icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
19/11/2013
10:47

O jogo contra o Chile, às 23h desta terça-feira, em Toronto (CAN), será o penúltimo da Seleção Brasileira antes de Luiz Felipe Scolari definir a lista de 23 nomes para a Copa do Mundo de 2014.

Depois de realizar o último amistoso do ano nesta noite, Felipão ainda comandará o Brasil em março, diante da África do Sul. A relação definitiva será divulgada em maio, mês previsto para a tão esperada convocação final.

Antes de pegar La Roja, Scolari foi questionado se as últimas dúvidas pairam sobre quem será o terceiro goleiro, o quarto escolhido para a zaga, e o centroavante reserva.

E MAIS
> Assim como Felipão, Roberto Carlos crê em boa campanha do Brasil
> Felipão se irrita com assunto Diego Costa e cutuca time da Espanha

- (O raciocínio) Não está totalmente errado nem totalmente certo. Está quase certo - ponderou.

Marquinhos, do PSG (FRA), passa por testes no sistema defensivo. Réver, do Atlético-MG, e Henrique, do Palmeiras, já foram observados. No ataque, o veterano Robinho foi chamado para o posto que já foi de Leandro Damião e Alexandre Pato, por exemplo. No gol, a disputa está definida: Victor e Diego Cavalieri brigam pelo último posto, já que Julio César e Jefferson estão garantidos.

- A definição total desses três goleiros vai sair mais para frente. É uma série de detalhes que vai se definir mais próximo do Mundial. Vou levar até o fim esses quatro que eu tenho escolhido. É quase impossível que eu leve um quinto goleiro para teste, dependendo de lesão, claro - avisou Scolari.

Os 20 quase garantidos na Copa são os seguintes: Julio César e Jefferson (goleiros); Daniel Alves, Maicon, Marcelo e Maxwell (laterais); Thiago Silva, David Luiz e Dante (zagueiros); Luiz Gustavo, Paulinho, Lucas Leiva, Hernanes, Ramires, Oscar e Bernard (meio-campistas); Neymar, Fred, Hulk e Jô (atacantes).

*O repórter viaja a convite da Gillete