icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
21:42

A fase da Portuguesa realmente não é das melhores. A Lusa derrotava o Criciúma, na noite desta quarta-feira, no Canindé, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, até que Elton, aos 47 minutos do segundo tempo, marcou para o Tigre. O 1 a 1 tirou a equipe de São Paulo - que soma apenas uma vitória no Brasileiro - da última posição, mas não foi a estreia que o técnico Guto Ferreira esperava.

Com o resultado, a Portuguesa foi aos oito pontos na tabela e deixou o Náutico, com sete, para trás. Já o Criciúma conquistou o seu primeiro ponto como visitante no Brasileirão. Eram quatro derrotas em quatro jogos. O time catarinense passou a ter 11 pontos e segue fora da zona de rebaixamento com a derrota do Atlético-MG.

PRÓXIMOS JOGOS

A Portuguesa volta a atuar no Campeonato Brasileiro diante do Vitória, neste domingo, a partir das 18h30, no Barradão. Já o Criciúma receberá o Corinthians, no mesmo dia, no Heriberto Hülse, às 16h.

O JOGO

Um primeiro tempo de uma Portuguesa melhor nos primeiros minutos e, com o passar do tempo, com um Criciúma mais consciente e perigoso pelas laterais, apesar de não mostrar a qualidade necessária para vencer o goleiro Lauro. Assim foram os primeiros 45 minutos no Canindé. A estreia do técnico Guto Ferreira não fez a diferença esperada para a Lusa.

Contando com o retorno de Luis Ricardo na lateral direita, a Portuguesa até imprimiu um bom ritmo de jogo e, com a presença de Cañete no meio, teve certo controle das ações, apesar de não ter tido uma boa chance de gol. A falta de objetividade fez a diferença contra os comandados de Guto Ferreira.

O Criciúma, que teve dificuldade para vencer a marcação adversária nos primeiros 20 minutos, tomou conta do jogo graças aos laterais Sueliton e Marlon, que quase surpreenderam Lauro em dois cruzamentos, aos 22 e 41 minutos, respectivamente. Sueliton, o mais acionado, deu trabalho, mas não contou com a contribuição de Cassiano e Wellington Paulista. A dupla de ataque do Tigre pouco fez.

SEGUNDO TEMPO

Se a Portuguesa deixou - e muito - a desejar no primeiro tempo, o panorama visto na etapa final foi outro após as mudanças promovidas por Guto Ferreira, que sacou Cañete e Correa e promoveu as entradas de Moisés e Jean Mota. O resultado não tardou para vir. Cinco minutos após entrar em campo, Moisés iniciou a jogada e Bruno Henrique finalizou com precisão após receber de Luis Ricardo, aos 23 minutos.

O Criciúma tentou "voltar" para o jogo, mas não teve sucesso logo de imediato. Lins e Gilson, que já haviam entrado no jogo, ganharam a companhia de Daniel Carvalho. O Tigre passou a ter apenas Elton como volante e um time mais ofensivo. Wellington Paulista, jogando como um zagueiro da Lusa, e Lins perderam ótimas oportunidades de gol.

A Portuguesa teve mais volume de jogo nos 45 minutos finais e, apesar dos sustos, ia merecendo a vitória. Só que o sistema defensivo voltou a mostrar falta de entrosamento logo no último lance revelante do jogo. Cruzamento vindo da direita e gol do volante Elton, de cabeça. A vitória que estava certa foi transformada em nova decepção.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 1 X 1 CRICIÚMA

Local: Canindé, São Paulo (SP)
Data-Hora: 31/7/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: Jackson L. Massarra dos Santos (RJ) e Francisco Pereira de Sousa (RJ)
Renda/Público: R$ R$ 30.080,00/1.234 pagantes.
Cartões amarelos: Cañete (POR); Leandro Brasília, Amaral e Gilson (CRI)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Bruno Henrique, 23'/2ºT(1-0) e Elton, 47'/2ºT(1-1).

PORTUGUESA: Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Correa (Moisés, 18'/2ºT) e Cañete (Jean Mota, 9'/2ºT); Bruno Moraes e Gilberto – Técnico: Guto Ferreira.

CRICIÚMA: Helton Leite; Sueliton, Ewerton Páscoa, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral (Daniel Carvalho, 27'/2ºT), Elton, Leandro Brasília (Gilson, 21'/2ºT) e Ivo; Cassiano (Lins, 12'2ºT) e Wellington Paulista – Técnico: Vadão.

A fase da Portuguesa realmente não é das melhores. A Lusa derrotava o Criciúma, na noite desta quarta-feira, no Canindé, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, até que Elton, aos 47 minutos do segundo tempo, marcou para o Tigre. O 1 a 1 tirou a equipe de São Paulo - que soma apenas uma vitória no Brasileiro - da última posição, mas não foi a estreia que o técnico Guto Ferreira esperava.

Com o resultado, a Portuguesa foi aos oito pontos na tabela e deixou o Náutico, com sete, para trás. Já o Criciúma conquistou o seu primeiro ponto como visitante no Brasileirão. Eram quatro derrotas em quatro jogos. O time catarinense passou a ter 11 pontos e segue fora da zona de rebaixamento com a derrota do Atlético-MG.

PRÓXIMOS JOGOS

A Portuguesa volta a atuar no Campeonato Brasileiro diante do Vitória, neste domingo, a partir das 18h30, no Barradão. Já o Criciúma receberá o Corinthians, no mesmo dia, no Heriberto Hülse, às 16h.

O JOGO

Um primeiro tempo de uma Portuguesa melhor nos primeiros minutos e, com o passar do tempo, com um Criciúma mais consciente e perigoso pelas laterais, apesar de não mostrar a qualidade necessária para vencer o goleiro Lauro. Assim foram os primeiros 45 minutos no Canindé. A estreia do técnico Guto Ferreira não fez a diferença esperada para a Lusa.

Contando com o retorno de Luis Ricardo na lateral direita, a Portuguesa até imprimiu um bom ritmo de jogo e, com a presença de Cañete no meio, teve certo controle das ações, apesar de não ter tido uma boa chance de gol. A falta de objetividade fez a diferença contra os comandados de Guto Ferreira.

O Criciúma, que teve dificuldade para vencer a marcação adversária nos primeiros 20 minutos, tomou conta do jogo graças aos laterais Sueliton e Marlon, que quase surpreenderam Lauro em dois cruzamentos, aos 22 e 41 minutos, respectivamente. Sueliton, o mais acionado, deu trabalho, mas não contou com a contribuição de Cassiano e Wellington Paulista. A dupla de ataque do Tigre pouco fez.

SEGUNDO TEMPO

Se a Portuguesa deixou - e muito - a desejar no primeiro tempo, o panorama visto na etapa final foi outro após as mudanças promovidas por Guto Ferreira, que sacou Cañete e Correa e promoveu as entradas de Moisés e Jean Mota. O resultado não tardou para vir. Cinco minutos após entrar em campo, Moisés iniciou a jogada e Bruno Henrique finalizou com precisão após receber de Luis Ricardo, aos 23 minutos.

O Criciúma tentou "voltar" para o jogo, mas não teve sucesso logo de imediato. Lins e Gilson, que já haviam entrado no jogo, ganharam a companhia de Daniel Carvalho. O Tigre passou a ter apenas Elton como volante e um time mais ofensivo. Wellington Paulista, jogando como um zagueiro da Lusa, e Lins perderam ótimas oportunidades de gol.

A Portuguesa teve mais volume de jogo nos 45 minutos finais e, apesar dos sustos, ia merecendo a vitória. Só que o sistema defensivo voltou a mostrar falta de entrosamento logo no último lance revelante do jogo. Cruzamento vindo da direita e gol do volante Elton, de cabeça. A vitória que estava certa foi transformada em nova decepção.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 1 X 1 CRICIÚMA

Local: Canindé, São Paulo (SP)
Data-Hora: 31/7/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Auxiliares: Jackson L. Massarra dos Santos (RJ) e Francisco Pereira de Sousa (RJ)
Renda/Público: R$ R$ 30.080,00/1.234 pagantes.
Cartões amarelos: Cañete (POR); Leandro Brasília, Amaral e Gilson (CRI)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Bruno Henrique, 23'/2ºT(1-0) e Elton, 47'/2ºT(1-1).

PORTUGUESA: Lauro; Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Correa (Moisés, 18'/2ºT) e Cañete (Jean Mota, 9'/2ºT); Bruno Moraes e Gilberto – Técnico: Guto Ferreira.

CRICIÚMA: Helton Leite; Sueliton, Ewerton Páscoa, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral (Daniel Carvalho, 27'/2ºT), Elton, Leandro Brasília (Gilson, 21'/2ºT) e Ivo; Cassiano (Lins, 12'2ºT) e Wellington Paulista – Técnico: Vadão.