icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
19:00

O Corinthians venceu e, para muitos, convenceu diante do Internacional na noite dessa quinta-feira, na Arena Corinthians, ao impor o placar de 2 a 1. Com o triunfo parcial de 2 a 0 logo aos nove minutos de jogo, os comandados de Mano Menezes, no entanto, passaram a "sofrer" com as investidas dos gaúchos, principalmente na segunda etapa.

Na opinião de Fagner, autor do segundo gol alvinegro, não houve nada fora do normal. O lateral-direito justificou a aparente atitude excessivamente defensiva do Timão lembrando a necessidade do Internacional atacar em busca de, no mínimo, um empate.

- A gente fez dois gols em dez minutos. Naturalmente, se você está jogando fora de casa, perder de dois ou de três gols é a memsa coisa. Então o Internacional saiu mais para o jogo. é natural - explicou o jogador corintiano, em entrevista concedida nesta sexta-feira no CT Joaquim Grava.

Os ataques colorados surtiram efeito já nos minutos finais da partida. Aos 46 do segundo tempo, o Inter conseguiu diminuir a desvantagem que trazia consigo no placar. Para Fagner, não havia necessidade do Corinthians pressionar o adversário em busca de mais gols, haja vista que, em contra-ataques, a equipe alvinegra se mostrou capaz de "matar o jogo".

- Não adianta se expor lá na frente se você já está ganhando de 2 a 0. Tivemos chances de matar o jogo no contra-ataque - comentou o lateral-direito.

Vale lembrar que o próprio treinador do Corinthians, Mano Menezes, defendeu a proposta de jogo de sua equipe minutos após o término da partida. Assim como Fagner, o técnico entendeu que o Internacional foi quem aumentou a intensidade de seus ataques e não o Timão quem recuou.