icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
23:56

O Vasco voltou em grande estilo no retorno da Série B do Brasileiro. Mesmo sem apresentar boa atuação durante todo o primeiro tempo, o time de São Januário conseguiu se reorganizar e goleou por 4 a 1 o Santa Cruz, na noite desta terça-feira, na Arena Pantanal, em partida válida pela 11ª rodada da competição. Fabrício, duas vezes, Kléber Gladiador e Douglas Silva marcaram para o Cruz-Maltino. Danilo Pires, ainda no primeiro tempo, abriu o placar para o time pernambucano.

O jogo em Cuiabá marcou ainda o último da punição imposta ao Vasco por conta da briga entre torcedores na última rodada do Brasileirão do ano passado.

Com o resultado, o Cruz-Maltino saltou para a sétima posição, com 17 pontos, e colou no G-4 da Série B. O Santa Cruz, por sua vez, caiu para a 11ª colocação, permanecendo com 16 pontos. Na próxima rodada, o Vasco recebe América-RN, sábado, às 16h20, em São Januário. Já o Santa Cruz encara o Vila Nova, no Serra Dourada, no mesmo dia e horário.

PRIMEIRO TEMPO

O Vasco iniciou a partida com domínio total da posse de bola. Entretanto, o Santa Cruz jogava fechado e dificultava as ações do Cruz-Maltino, que trocava passes tentando furar a retranca. Aos três minutos, André Rocha acertou um belo cruzamento na cabeça de Thalles, que subiu e testou no canto esquerdo. A bola passou perto da trave de Tiago Cardoso. Mas o domínio vascaíno durou apenas até os 11 minutos, quando Pingo recebeu a bola dentro da área e obrigou Martin Silva a praticar boa defesa. Seis minutos mais tarde, o Santa abriu o placar: Danillo Pires recebeu na entrada da área, pelo lado direito do Vasco, limpou, bateu com força e a bola encobriu o mal posicionado Martin Silva. No lance, alguns jogadores do Vasco reclamaram de falta em Pedro Ken e não seguiram a jogada.

Jogadores comemoram um dos gols da goleada (Foto: Marcelo Sadio/ Vasco)

Aos 24 minutos, Adilson Batista parece ter perdido a paciência com André Rocha e promoveu a estreia do lateral-direito Carlos César. Mas o Santa Cruz continuava melhor distribuído em campo e o Vasco, que esboçou um início promissor, nada melhorou. Aos 29, uma chance cruz-maltina, mas na bola parada: Dakson cobrou falta de longe, a bola enganou o goleiro e explodiu no travessão. Na raça, o Vasco tentava ir para cima. Aos 30, Pedro ken invadiu a área e foi desarmado com carrinho. Logo depois, aos 34, veio o empate. Após cruzamento pela esquerda, a zaga do Santa afastou mal para entrada da área. No rebote, Fabrício pegou de primeira e acertou um balaço, sem chances para Tiago Cardoso.

E o Vasco é o time da virada. Após continuar pressionando, o time de São Januário virou para cima do Santinha. Aos 40 minutos, Douglas Silva completou falta cobrada por Dakson para o fundo da rede. Depois disso, o primeiro tempo ficou um pouco morno e os times optaram pelo toque de bola.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou com o Santo Cruz com maior ímpeto ofensivo e o Vasco com muita dificuldade de fazer a ligação entre defesa e ataque. Logo aos seis minutos, a primeira jogada perigosa do Santinha: após chute forte de fora da área, Martin Silva rebate para dentro da área e a defesa afasta. Aos 14, Pingo desviou cruzamento da esquerda, a bola bateu na zaga e saiu por cima do gol.

Kléber marcou um gol na sua estreia pelo Vasco (Foto: Marcelo Sadio/ Vasco)

Mas a sorte estava ao lado do Vasco. Aos 20, Lucas Crispim - que havia entrado no lugar de Dakson - fez tabelinha com Pedro Ken, que achou Carlos Cesar dentro da área. O lateral tentou a jogada e acabou sendo derrubado: pênalti para o Vasco. Na cobrança, kléber deslocou o goleiro e marcou o primeiro dele com a camisa cruz-maltina, logo na sua estreia pelo Vasco.

Aos 28, virou goleada: Lucas Crispim acertou bom cruzamento para Fabrício, que deu um toque no canto para marcar o segundo dele e o quarto do Vasco na partida. Aos 34, susto para o Vasco: Léo Gamalho recebeu pelo meio da defesa, tocou por cima de Martin Silva e a bola tocou no travessão. O Santa Cruz, desorganizado, ainda tentou pressionar nos minutos finais. Mesmo com cino minutos de acréscimos, o Vasco teve todo o controle de bola e conseguiu segurar a boa vitória na Arena Pantanal.

FICHA TÉCNICA

VASCO 4 X 1 SANTA CRUZ

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data/Hora: 15/7/2014, às 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Jose Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Público e Renda: 7.790 (presentes)
Cartões Amarelos: Carlos Alberto (Santa Cruz), Pedro Ken (Vasco), Carlos Cesar (Vasco), Renan Fonseca (Santa Cruz)
Cartões vermelhos: -
Gols: Danilo Pires (17'/1ºT); Fabrício(34'/1ºT); Douglas Silva (40'/1ºT); Kléber (20'/2ºT); Fabrício (30'/2ºT);

Vasco: Martin Silva, André Rocha (Carlos César, 24'/1º T), Luan, Douglas Silva e Diego Renan; Guiñazú, Fabrício, Pedro Ken e Dakson (Lucas Crispim, 11'/2ºT); Kléber (Edmilson, 37'/2ºT) e Thalles - Técnico: Adilson Batista.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires (Wescley, 27'/2ºT) e Carlos Alberto (Emerson Santos, 35º/2º); Pingo (Keno, 23'/2ºT) e Léo Gamalho - Técnico: Sérgio Guedes