icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/02/2015
15:16

Em oito partidas na temporada 2015, o Corinthians venceu seis, empatou uma e perdeu outra. Passou pela primeira fase da Libertadores com direito a goleada sobre o Once Caldas e derrotou com uma equipe mista o arquirrival Palmeiras no Allianz Parque. Elementos que fazem a confiança do grupo crescer novamente e sonhar com títulos, que não vieram em 2014 com Mano Menezes.

- A gente voltou a sentir a fome de títulos! Aquela vontade de vencer, que tínhamos em 2011 e 2012, perdemos um pouquinho depois. No ano passado nem tanto, porque mexemos bastante na equipe. Mas agora a gente sente o Tite cobrando muito, os jogadores querendo ganhar, o clima está muito bom. Sem dúvida nenhuma, quando tudo está bem as chances das coisas darem certo é muito grande - afirmou o lateral-esquerdo Fábio Santos.

Tite tem se mostrado bastante pilhado em seu retorno, implementando novas filosofias que aprendeu no período sabático no ano passado. Com sistema 4-1-4-1, ele vem fazendo o Timão jogar bem e sofreu poucos gols. Nos oito jogos de 2015, foram 16 gols marcados e apenas quatro sofridos.

- O Corinthians vem crescendo, isso é notório. É difícil fazer gol na nossa equipe, conseguimos recuperar aquela força defensiva, sem ficar muito atrás. Estamos criando também. A gente tem apresentado um bom futebol. É começo de temporada, é pouco, mas dá expectativa boa para o restante do ano - disse o camisa 6 do Timão.

Nesta quarta-feira, a equipe de Tite volta a campo em duelo diante do rival São Paulo, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores. O lateral, que teve passagem pelo Tricolor, se empolga com o duelo inédito - as duas equipe se enfrentam pela primeira vez no torneio sul-americano.

- É um momento histórico, raro, nunca aconteceu isso numa Libertadores. O Corinthians me proporcionou vários momentos especiais na carreira e este será mais um. Apesar de ser um duelo de fase de grupos, valer três pontos, a gente sabe que vale muito mais que isso. Fico feliz de poder fazer parte de tudo isso - comemorou Fábio.