icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/06/2014
09:18

Excluído da seleção de Gana por indisciplina, o meia Kevin-Prince Boateng procurou a imprensa alemã para se justificar. O jogador do Schalke foi expulso da delegação após insultar o técnico Kwasi Appiah. Segundo a versão de Boateng, foi o treinador que o teria insultado.

- Tivemos uma reunião e ao final da conversa ele nos mandou ao vestiário. Depois perguntei-lhe o que tinha contra mim, e ele começou a gritar e a me insultar - disse Boateng ao diário "Bild".

O meia afirmou ter aceitado a decisão dos dirigentes ganeses, mas deixou claro que não faltou com respeito ao técnico.

- Soube nesta quinta-feira da minha suspensão e aceitei a decisão sem qualquer problema. Mas quero que fique claro que da minha parte não houve insultos. Vou embora e desejo o melhor aos meus companheiros contra Portugal - finalizou.

Gana enfrenta Portugal a partir das 13 (de Brasília), nesta quinta-feira. A seleção africana ainda possui chances de classificação às oitavas de final da Copa do Mundo.