icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2014
00:46

O Cruzeiro foi derrotado novamente na final da Copa do Brasil, desta vez por 1 a 0, com o gol de Diego Tardelli, no Mineirão, para o Atlético-MG, e perdeu a chance de conquistar mais uma vez a Tríplice Coroa. Apesar do revés, a torcida do bicampeão brasileiro ficou depois do apito final no estádio, cantou muito, e, mesmo triste, fez questão de apoiar a equipe. Principal jogador da temporada, o meia Éverton Ribeiro exaltou o ano que a Raposa fez.

- Não tem abatimento, o ano que a gente fez, chegando a duas finais, em duas semanas, tem que comemorar, porque a torcida comparece sempre. É dificil fazer um ano que a gente fez, então, não é uma derrota que apaga tudo que a fizemos este ano - afirmou o craque cruzeirense.

Ao comentar sobre quem é o melhor time do Brasil, Éverton não titubeou, mas não deixou de reconhecer os méritos do maior rival. Além disso, o camisa 17 ainda falou sobre um possível confronto na Libertadores 2015, já que com o título da Copa do Brasil, o Galo garantiu uma vaga na competição continental.

- Somos nós, mas o Atlético-MG tem o mérito deles, é um grande equipe também, mas a gente liderou de ponta a ponta o Brasilero, um campeonato muito disputado, e a gente está de parabéns pela temporada que fez.  Se acontecer, vai ser um grande confronto, como foram esses dois jogos e, com os times mais descansados, em começo de temporada, tem tudo para ser uma grande partida - finalizou o meia.