icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/06/2014
10:34

Passadas duas rodadas da Copa do Mundo, o ranking baseado em estatísticas dos melhores jogadores tem algumas surpresas. O líder não estranha, é Thomas Müller (9,75), da Alemanha, mas o resto do pódio, sim. Pooladi (9,7), zagueiro do Irã, e Cameron (9,64), defensor dos Estados Unidos vêm logo atrás.

O ranking é baseado apenas na frieza dos números e não tem base em questões subjetivas. Desta forma, o único brasileiro que entraria em uma seleção seria David Luiz (9,6), terceiro melhor defensor e quarto na lista geral. Entre os goleiros, Enyeama (9,3), da Nigéria, é o líder, seguido de perto por Ochoa (9,25), do México. Julio Cesar (6,19) o 22º na posição e 291º entre todos.

Ainda entre brasileiros, Thiago Silva é o 20º (9,2) e Neymar aparece em 38º (8,87). Mas é no meio-campo que a Seleção não tem nenhum destaque. No setor, o mais bem posicionado é Ramires (5,45), que é apenas o 368º.

O ranking é feito pela Castrol, que utiliza todos os tipos de dados, como distância percorrida, passes, desarmes, gols, falhas... E por causa da frieza destes números, Suárez, por exemplo, que marcou dois gols na Inglaterra em sua única partida, fica com média 7,44, o que o deixa na 159ª posição. Messi é o 62º com 8,52 e Cristiano Ronaldo surge em 289º com 6,21.

A seleção momentânea da Castrol, que não diferencia laterais de zagueiros, por exemplo, mas coloca tudo como defensores, é: Enyeama (Nigéria, 9,3), Pooladi (Irã, 9,7), Cameron (Estados Unidos, 9,64), David Luiz (Brasil, 9,6) e Jagielka (Inglaterra, 9,56); Herrera (México, 9,33), Shaqiri (Suíça, 9,06), James Rodríguez (Colômbia, 9,02) e A. Ayew (Gana, 8,96); Müller (Alemanha, 9,75) e Van Persie (Holanda, 9,52).