icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/02/2015
09:03

Enquanto Tite e jogadores trabalham dentro das quatro linhas para encarar o Once Caldas pela primeira fase da Libertadores, a comissão técnica alvinegra tenta fazer sua parte fora de campo. Mauro da Silva, um dos auxiliares do treinador, esteve na Colômbia para seguir os passos do primeiro rival do Timão no torneio sul-americano.

O espião do Corinthians acompanhou os dois confrontos da equipe de Manizales na Copa Ciudad de Popayán, além da estreia dos comandados de Flabio Torres no campeonato colombiano, neste final de semana.

A pedido do LANCE!Net, Mauro da Silva esmiuçou o rival alvinegro. VEJA ABAIXO:

"O Once Caldas joga no esquema 4-2-3-1, com dois jogadores mais de marcação, três na transição e um de referência. Há uma pequena variação para o 4-1-4-1, mas na maioria do tempo o esquema utilizado é o anterior.

A zaga é bem postada, os jogadores de trás até tentam sair jogando, mas sem se expôr tanto. O meio-de-campo é bem a escola colombiana do toque pé-em-pé, buscando envolver o adversário sem ficar rifando a bola. A marcação não é individual, é por zona. Vez ou outra aumentam a pressão para retomar a bola, mas sem se descuidar da parte defensiva.

Individualmente dá para destacar alguns jogadores. Arango, por exemplo, é responsável pelas faltas laterais. Ele também é o homem da velocidade, que dá opção ofensiva aos companheiros. Balanta é outro que dá ritmo ao time por ser veloz.

As faltas mais frontais são cobradas pelo Piedrahita, que é lateral-direito. Outro que aparece nas bolas paradas é Harrison Henao, que é o capitão da equipe, tem bom passe e é o homem procurado pelos companheiros para fazer a saída de bola.

A referência do ataque é o Penco, que é o homem terminal, centroavante daqueles que sempre estão no aguardo das jogadas da linha de fundo. Tem bom cabeceio. O time procura muito ele na referência.

Nos jogos que eu vi, Cuadrado demonstrou ser goleiro seguro, com boa saída em cruzamentos. Foi bem em todos os lances que foi exigido.

Por ser mandante, o Corinthians tem de tomar a iniciativa, sempre com aquelas cautelas normais de um jogo mata-mata. Mas a equipe tem todas as condições de fazer um grande jogo, vem sendo montada desde o final do ano passado e tem qualidade suficiente para vencer.

O estádio (Palogrande) é muito bom, o gramado é de boa qualidade, muito melhor do que aquele gramado do estádio do Tolima, não dá nem para comparar. Não é a mesma grana baixinha da Arena em Itaquera, mas vai dar para tocar bem a bola."

PROVÁVEL EQUIPE TITULAR DO ONCE CALDAS CONTRA O TIMÃO (4-2-3-1):

José Cuadrado;
Marlon Piedrahita, Camilo Pérez, Jonathan Lopera e Luis Murillo;
Jaime Sierra e Harrison Henao;
Maicol Balanta, John Valoy e Johan Arango;
Sebastián Penco.
Técnico: Flabio Torres.

QUEM SAIU 
Edwars Jiménez (atacante, Deportivo Cúcuta), Cristian Palomeque (Atacante, Deportivo Huila), Carlos Giraldo (Volante, Bucaramanga), Marino García (Lateral, ainda sem equipe), Wanerge Delgado (Goleiro, Pereira) e Edwin Móvil (Boyacá Chicó). Esses foram os jogadores do elenco do Once Caldas do ano passado que deixaram o clube no mês de janeiro.

QUEM CHEGOU
Vergara (Atacante), Penco (Atacante, Independiente), Mosquera (Atacante, Millonarios), Quintero (Atacante, Huila), Balanta (Atacante, Águilas), Álvarez (Volante. Envigado), Lewdo (Volante. Colón de Santa Fé-ARG), Mike Campaz (Volante, Tolima), Lewdo (Volante, Colón-ARG), Valoy (Volante, Atlético Nacional) e Fernández (Atacante, Uniautónoma)