icons.title signature.placeholder Murilo Dias
19/04/2014
17:22

Liderando suas seleções, Cristiano Ronaldo, Messi, Balotelli, Neymar e outros grandes nomes são aguardados nos estádios brasileiros, na disputa da Copa do Mundo de 2014. Porém, a expectativa da torcida se opõe ao momento atual de alguns dos grandes jogadores.

Faltando 54 dias para a Copa, os portugueses podem ficar tranquilos, pois Cristiano Ronaldo já está recuperado da lesão muscular na perna esquerda que o tirou da final da Copa do Rei, vencida pelo Real Madrid em cima do rival Barcelona, e chegará ao Brasil em forma e pronto para brilhar. Ainda na Espanha, agora em Barcelona, Messi e Neymar estão em baixa.

Principal jogador da Argentina, Messi passa por um momento inusitado de futebol regular e sua negociação foi colocada em pauta. Neymar, grande esperança para o Brasil na Copa de 2014, ficará um mês parado devido a uma lesão no pé e pode voltar aos gramados justamente para a concentração da seleção brasileira para o Mundial, na Granja Comary.

O Brasil ainda passa por uma situação delicada. Capitão da seleção, Thiago Silva se envolveu em uma confusão com Ibrahimovic, após o suéco cobrar fortemente o também brasileiro Lucas, no intervalo de uma partida válida pelo campeonato francês. Vendo Lucas sofrer com as críticas, Thiago Silva foi para cima de Ibra e o clima esquentou no vestiário. Clima este que parece faltar para Thiago Silva no PSG. O Barça acompanha de perto a situação, pois tem interesse no craque.

Sonhando com a Copa, mas não demonstrando futebol para tal, Kaká e Robinho mantém atuações apenas regulares no Milan e correm por fora na disputa por uma vaga na seleção. Os dois atuam justamente no setor de maior concorrência e competem com nomes já firmados como Oscar, Paulinho e Luiz Gustavo, no caso de Kaká e Neymar, Fred e Hulk, no caso de Robinho.

Iniesta e Xavi, da Espanha, também passam por uma fase de atuações apagadas, mas já provaram que juntos de seus companheiros espanhóis, formam uma grande equipe e são candidatos a qualquer título. Naturalizado, Diego Costa vive grande momento no Atlético de Madrid, líder do campeonato espanhol, e mostra que pode agregar muito valor à seleção da Espanha.

Na Itália, o polêmico Balotelli ressurge com ótima atuação no campeonato nacional, marcando dois gols e dando uma assistência, na vitória por 3 a 0 do Milan contra o Livorno. Camisa 10 da seleção, Giovinco mostra a cada dia seu bom futebol e leva seu clube, Juventus, a liderança do campeonato nacional.

Em contramão a má fase que ronda o futebol mundial, os alemães de Bayern de Munique e Borussia Dortmund são uma das principais ameaças ao hexa do Brasil. Reus, craque do Borussia, ao lado de Schweinsteiger, Lahm, Gotze e Neuer prometem levar a Alemanha para o lugar mais alto na Copa. Olho neles. Aliás, olho no time inteiro do Bayern, que reúne o francês Ribery, os brasileiros Dante e Rafinha, o holandês Robben; todos nomes certos na Copa.

A zebra de 1950, Uruguai, também vêm forte com grande fase de Luiz Suárez, artilheiro no Liverpool, além do bom futebol de Cavani, atualmente no PSG e de Forlán, que se "escondeu" no futebol chinês.