icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/02/2015
12:40

*Coluna escrita por Alexandra Nascimento, campeã mundial com a Seleção Brasileira em 2013 e eleita a melhor jogadora do mundo em 2012

Vamos falar de coisas boas? Esse mês o handebol brasileiro teve mais uma excelente notícia. A armadora esquerda da nossa Seleção, Duda Amorim, foi indicada para o Prêmio de Melhor Atleta Feminina do Mundo, promovido pela Federação Internacional de Handebol. Uma das maiores honras da modalidade, a qual eu tive o prazer de receber em 2013. Estamos sentindo um orgulho gigantesco por mais essa indicação e sabemos que ela é mais do que merecida, por todo o trabalho que a Duda tem feito nesses anos de carreira.

Além da conquista pessoal, sabemos o quanto isso significa para o nosso handebol. Ver o Brasil mais uma vez no topo nos mostra que nosso esforço está valendo a pena e que hoje somos, sem nenhuma dúvida, uma das potências. Essa indicação chega em um momento super importante. No ano em que iremos defender o título mundial, nossa conquista máxima. Nos dá ainda mais ânimo para seguir em frente. Afinal, na vida esportiva, temos novas metas a cada instante.

Aqui na Romênia está tudo bem. Tive uma inflamação no pé que durou quatro meses, mas desde janeiro não sinto mais dores. Foi um período muito difícil. Agora estou lutando para voltar à forma pouco a pouco, mas tenho que ter um pouco de paciência. Meu marido e eu estamos felizes aqui. Sabíamos que não seria como os dez anos que passamos na Áustria, mas está sendo muito bom. As pessoas são atenciosas e o público enche o ginásio a cada jogo. É maravilhoso.

Espero logo estar 100% em forma. Não estou visando a Liga dos Campeões e sim o Mundial no final do ano e os Jogos Olímpicos em casa. Serão nossos maiores desafios daqui para a frente e quero estar preparada para eles. Para representar nosso País da melhor maneira possível.