icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
14/02/2015
16:08

Pela primeira vez no Brasil, a número 13 do ranking, Sara Errani é a principal atração do torneio Rio Open, evento WTA International com premiação de US$ 250 mil, sobre o saibro no Jockey Club.

Em conversa com os jornalistas, a italiana, vice-campeã de Roland Garros em 2012, reclamou da regra da Associação das Tenistas Profissionais que impede que as jogadoras do top 10 disputem mais do que três torneios de porte igual ao Rio Open por temporada. Até 2014 a regra era limitada a duas competições, motivo que fez Errani não poder jogar o evento na última temporada.

 

"Ano passado sendo top 10 não podia jogar muitos torneios menores, só dois por ano e nessa temporada posso jogar o que quiser pois estou fora do top 10 e posso vir aqui jogar depois Acapulco. Esse ano mudou a regra, as top 10 podem jogar três ao invés de dois torneios, mas nunca vi como correta, creio que cada jogadora pudesse eleger o torneio que quisesse seria válido colocar uma regra que só pudessem somar pontos em dois ou três, mas não permitir que jogue os torneios que eu queira, não é correto", disse a ex-top 5 que fez neste sábado seus dois primeiros treinos no torneio brasileiro.


"Não conheço nada do Brasil, não tive tempo de ver nada, treinei hoje pela manhã e tarde, espero poder conhecer. Primeira vez que estou aqui, o que vi entre ontem e hoje fiquei encantada, espero que possamos organizar algo pro carnaval", contou a tenista que gostou das condições de jogo, menos do calor: "Muito calor,vinda da Europa com muito frio e a mudança de temperatura, não é fácil, mas é tentar acostumar para começar a jogar. Gosto muito das condições daqui, a bola quica muito, é saibro, gosto muito daqui".