icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
14:44

O mundo do esporte ficou chocado com a derrota de Anderson Silva para Chris Weidman, no UFC 162, no último sábado. Entre os surpresos estava um grande amigo e parceiro de treinos do Spider, Erick Silva, que acompanhou o duelo em Las Vegas e voltou para casa naturalmente chateado. Entretanto, Erick acredita que, com motivação de sobra pela revanche, não há possibilidades de um novo revés do ex-campeão.

- O Anderson tem tudo para voltar ainda melhor. Ele defendeu o cinturão durante sete anos e é normal que não consiga se manter 100% o tempo todo. É complicado estar focado durante todos esses anos. É até uma grande história, pois ele perdeu e agora vai reconquistar tudo de novo. Tenho certeza disso. O Anderson focado, se dedicando muito nos treinos, com intenção de pegar o cinturão de volta, não vai ter para ninguém. Ele é melhor do que o Weidman - afirma o atleta.

Erick deixa de lado as suposições de que Anderson Silva teria debochado de Weidman. Ele acredita que a primeira derrota do amigo no UFC fará com que ele volte ainda mais determinado.

- Sempre falei que o Anderson é o meu ídolo e me espelho em muitas coisas dele para utilizar no meu estilo de luta. Falo isso não só porque é meu amigo. O Anderson é muito bom mesmo e, se olharem bem o vídeo da luta, vão reparar que ele estava bem, mas, infelizmente o soco pegou em cheio. Quando se entra no octógono existe sempre a possibilidade de perder. Ele é muito focado e vai dar a volta por cima - comentou Erick.

De volta aos treinos com foco em outubro

Erick Silva voltou aos treinos nesta quarta-feira, ao lado do irmão Gabriel Silva. Apesar de ainda não ter data de retorno definida após finalizar Jason High no UFC Fortaleza, o atleta recebeu uma sondagem do Ultimate para lutar em outubro e já reiniciou os trabalhos intensos.

- O pessoal do UFC ligou para o meu estafe perguntando se eu estaria preparado para outubro, mas não há garantia de luta nenhuma. Sei que isso não significa que vou lutar em outubro, pois na última vez que fizeram essa ligação falaram em março e só lutei em junho. De qualquer forma, estou me preparando para o caso de aparecer essa luta - garante o brasileiro.

Erick luta na categoria dos meio-médios (até 77kg), que tem o canadense Georges St. Pierre como campeão. Caso tenha uma luta em outubro, provavelmente será no UFC 166, marcado para o dia 19, no Texas (EUA), cuja luta principal é a revanche de Junior Cigano contra Cain Velasquez.

O mundo do esporte ficou chocado com a derrota de Anderson Silva para Chris Weidman, no UFC 162, no último sábado. Entre os surpresos estava um grande amigo e parceiro de treinos do Spider, Erick Silva, que acompanhou o duelo em Las Vegas e voltou para casa naturalmente chateado. Entretanto, Erick acredita que, com motivação de sobra pela revanche, não há possibilidades de um novo revés do ex-campeão.

- O Anderson tem tudo para voltar ainda melhor. Ele defendeu o cinturão durante sete anos e é normal que não consiga se manter 100% o tempo todo. É complicado estar focado durante todos esses anos. É até uma grande história, pois ele perdeu e agora vai reconquistar tudo de novo. Tenho certeza disso. O Anderson focado, se dedicando muito nos treinos, com intenção de pegar o cinturão de volta, não vai ter para ninguém. Ele é melhor do que o Weidman - afirma o atleta.

Erick deixa de lado as suposições de que Anderson Silva teria debochado de Weidman. Ele acredita que a primeira derrota do amigo no UFC fará com que ele volte ainda mais determinado.

- Sempre falei que o Anderson é o meu ídolo e me espelho em muitas coisas dele para utilizar no meu estilo de luta. Falo isso não só porque é meu amigo. O Anderson é muito bom mesmo e, se olharem bem o vídeo da luta, vão reparar que ele estava bem, mas, infelizmente o soco pegou em cheio. Quando se entra no octógono existe sempre a possibilidade de perder. Ele é muito focado e vai dar a volta por cima - comentou Erick.

De volta aos treinos com foco em outubro

Erick Silva voltou aos treinos nesta quarta-feira, ao lado do irmão Gabriel Silva. Apesar de ainda não ter data de retorno definida após finalizar Jason High no UFC Fortaleza, o atleta recebeu uma sondagem do Ultimate para lutar em outubro e já reiniciou os trabalhos intensos.

- O pessoal do UFC ligou para o meu estafe perguntando se eu estaria preparado para outubro, mas não há garantia de luta nenhuma. Sei que isso não significa que vou lutar em outubro, pois na última vez que fizeram essa ligação falaram em março e só lutei em junho. De qualquer forma, estou me preparando para o caso de aparecer essa luta - garante o brasileiro.

Erick luta na categoria dos meio-médios (até 77kg), que tem o canadense Georges St. Pierre como campeão. Caso tenha uma luta em outubro, provavelmente será no UFC 166, marcado para o dia 19, no Texas (EUA), cuja luta principal é a revanche de Junior Cigano contra Cain Velasquez.