icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/02/2015
09:06

Após muita espera, foi dada a largada das 500 Milhas de Motovelocidade 2015. Com pilotos de várias partes do Brasil e motos das principais marcas esportivas do mundo, o primeiro dia de atividades em Pinhais (PR), cidade-sede do Autódromo Internacional de Curitiba, foi especial para uma velha e conhecida equipe: a PRT Bardahl.

Atual bicampeão do evento, o time é comandado pelo piloto paranaense Alan Douglas, que busca alcançar o terceiro título consecutivo e comemorar em casa com toda a torcida local. Nos treinos livres, a moto de número 5, que ainda conta com Nick Iatauro e o argentino Luciano Ribodino, fez o melhor tempo com 1min23s732, obtido na sessão da manhã.

- Foi um dia tranquilo. Trabalhamos para encontrar uma boa média de velocidade, consumo de pneus e combustível. Acredito que conseguimos encontrar isso rapidamente e agora é manter a regularidade para a prova - conta Alan Douglas, que é de Pérola.

A equipe que ficou com o segundo tempo mais rápido foi a JC Racing (#84), que também tem uma mistura entre brasileiros e argentinos. Diego Pierluigi (ARG), Davi Costa (BRA) e Fernando Guerra (BRA) anotaram 1min24s609. Em terceiro, a dupla Diego Pretel e Ricardo Levy, da DRT Competition (#50), fez 1min24s672.

- Costumo dizer que as 500 Milhas são nosso primeiro teste do ano, onde pegamos ritmo e podemos nos preparar para a temporada. Nesta edição, Diego e eu procuraremos superar nossos limites, por isso estamos apenas em dois pilotos. Estamos em ótima forma física e queremos atingir este propósito de corrida - conta Levy.

Com um trio paranaense, de Curitiba, a RF Racing (#79) completou na quarta posição. O tempo de 1min26s743 veio nos instantes finais do segundo treino livre, com Rafael Nunes. Além dele, estão na equipe Ademilson Peixer e Bernardo Kochen.

- Procuramos testar a regulagem da moto e avançamos no setup. Foi um tempo variado no primeiro treino, mas melhoramos na segunda parcial - afirma Nunes.

Completando o Top 5 aparece a Pro Racing Team (#86), de Felippe Comerlatto, Caetano Mello, Guilherme Neto e Alexis Hay, com 1min27s584.

Na categoria 100 Milhas, que reúne motos de três cilindradas (500cc, 300cc e 250cc ), destaque para o desempenho do carioca Luigi Maffei Neto, da Tecfil Racing Team Rio de Janeiro (#17). Aos 36 anos, sendo 21 dedicados a motovelocidade, o carioca foi o primeiro colocado no dia de abertura dos treinos com o tempo de 1min44s008.

- Correr de moto é o meu hobbie, uma diversão. Hoje consegui andar legal, apesar de ser um dia apenas para ‘desenferrujar’ a moto, já que não ando desde a final do SuperBike Series, em novembro - coloca o piloto, que aguarda o conterrâneo Luis Eduardo Bailey para formar dupla nas 500cc.

A segunda posição foi do jovem Tom Kawakami, da PRT Playstation Bardahl (#72), com 1min44s142. O garoto de 14 anos vai disputar a prova da classe, que terá 43 voltas, sozinho.

- Sou eu mesmo a equipe. Pode ser que eu sinta um pouco o calor e principalmente sede. Mas quero completar a prova - conta o garoto.

A WR Exhaust Racer (#45) terminou em terceiro, com 1min44s882, seguido de Duda Racing Team (#21), com 1min44s975, e da WR Racing/Suzuki SBK (#11), com 1min45s035.

Neste sábado (28), os competidores retornam à pista do Autódromo Internacional de Curitiba para disputa dos treinos classificatórios, que definirão o grid de largada das corridas. A programação de atividades vai até as 18h.