icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/03/2014
15:28

A entrada principal da Vila Belmiro recebeu, neste domingo, momentos antes da bola rolar para o clássico entre Santos e Palmeiras, um protesto de torcedores ligados a um grupo de oposição a Odílio Rodrigues, presidente em exercício do Peixe. A faixa exibida trazia os dizeres "Cadê a transparência. Onde foi parar o dinheiro do Neymar?", e ainda tinha os rostos de Sandro Rossel, ex-presidente do Barcelona, e Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, licenciado do Peixe, riscados.

O protesto contra Odílio foi o único momento de exaltação por parte de alguns torcedores. No mais, o acesso à Vila Belmiro teve clima tranquilo, e os torcedores do Palmeiras entraram por um setor separado e isolado do restante. Os 11 mil ingressos colocados à venda foram comercializados, além de mais cinco mil lugares em camarotes e cadeiras cativas, que têm boa ocupação.

Questionado sobre o protesto realizado pelos oposicionistas e sobre um possível atraso nos direitos de imagem de alguns atletas, Odílio permaneceu calado e avisou que não se pronunciaria.