icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
23/03/2014
14:58

Enquanto o Engenhão não é reaberto, o Botafogo vai se virando para suprir a perda do estádio no que se refere às finanças. E o diretor-executivo do Botafogo, Sérgio Landau, afirmou que o estádio voltará a ser fonte de renda para o Glorioso assim que for reaberto, mesmo com a volta do Maracanã.

- Não temos a menor dúvida sobre isso. O Maracanã vai precisar do Engenhão. O Rio está com carência de estádio. O Maracanã é dos clubes em termos de mando, assim como o Engenhão é do Botafogo - disse.

Recentemente, o Botafogo acertou um novo acordo com o Maracanã para mandar jogos no local. O clube e a concessionária que administra o estádio passam a dividir a renda de todos os setores da arquibancada. Antes, o Glorioso ficava com a receita dos setores Norte e Sul, enquanto Leste e Oeste eram integralmente da concessionária. Em alguns jogos, a participação do clube na renda pode chegar a 70%.