icons.title signature.placeholder Caio Carrier
27/06/2014
14:27

Parecia apenas mais uma chegada de seleção: segurança reforçada no hotel, policiais posicionados nos acessos e ônibus da delegação escoltado por batedores. Tudo como sempre nesta Copa do Mundo. Menos para Francisco José Gomes de Holanda, que não conteve a emoção ao avistar o veículo com os jogadores holandeses em uma das entradas do Marina Park, em Fortaleza (CE), no início da tarde desta sexta.

Câmera na mão, plaquinha de boas-vindas na outra e vestido com a camisa do país que adora, ele invadiu a Avenida Presidente Castelo Branco. Mesmo sem conseguir avistar ninguém dentro do ônibus por conta dos vidros filmados, a paixão falou mais alto: balançou loucamente o punho em riste e bateu forte no peito. Só conteve os gestos para enxugar as lágrimas que tomaram conta do seu rosto.

- É muita emoção! É muita emoção! Eu nunca tinha visto a Holanda... - contou o taxista de 51 anos, com a voz embargada, que ofuscou os três torcedores holandeses que também estiveram no hotel.

Natural de Lavras de Mangabeira, a 434 km da capital cearense, Francisco José Gomes de Holanda já morou por anos em São Paulo, onde foi operador de máquina, voltou para o Ceará. Sempre esteve de olho no futebol holandês.

- Eu jogava bola na minha cidade, era considerado um dos melhores pontas-esquerda da região e sempre fui muito ligado ao futebol. Então comecei a vibrar com o Carrossel Holandês de 74, com Johan Cruyff, me empolguei com a seleção de 78 que infelizmente perdeu para a Argentina na final, mas continuei acompanhando. O Van Basten também era espetacular e eu também gostava do Davids. Agora o Robben é o coração da equipe.

Francisco tomado pela emoção na chegada dos seus ídolos (Foto: Caio Carrieri)

O torcedor não tem ingresso para acompanhar in loco a partida de domingo, quando a Holanda enfrentará o México às 13h, no Castelão, mas afirma que irá aos arredores do estádio tentar uma entrada para ver os ídolos. E se pintar um confronto com o Brasil, em uma enventual final?

- Aí serão duas paixões dividindo um coração. Que vença o melhor!

Antes do compromisso no fim de semana, o técnico Louis Van Gaal comandará um treinamento no início da noite desta sexta, no Estádio Presidente Vargas, com portões fechados. No sábado, fará o reconhecimento do gramado do Castelão.

(Foto: Caio Carrieri)