icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/04/2014
09:03

O jogo diante do Tupi (MG) nesta quarta-feira, às 22h, em Juiz de Fora, pela segunda fase da Copa do Brasil, será um desafio especial para a equipe, que tentará comprovar a evolução sob o comando de Cristovão Borges. Até agora, foram duas vitórias em dois jogos, com oito gols marcados e nenhum sofrido. A equipe mineira será o terceiro adversário consecutivo de menor expressão e também a última oportunidade para que o time acerte todos os detalhes para o primeiro grande desafio, no próximo sábado, contra a equipe do Palmeiras, em São Paulo, na segunda rodada do Brasileiro.

A base do Tricolor já foi definida e, ao menos por enquanto, o técnico Cristovão Borges não planeja fazer modificações no time que tem superado todas as expectativas. O momento pede a repetição para a implementação de um sistema de jogo.

E MAIS
- Expectativa por grande presença da torcida do Fluminense em Juiz de Fora

– Esta necessidade de repetição passa pelo entrosamento. O momento exige a consolidação de um sistema de jogo. Estamos treinando diariamente para implementar a nova tática da melhor forma possível – explicou o treinador, que também está ciente de que o Fluminense está enfrentando adversários mais fracos e ainda precisa melhorar:

– O time correspondeu muito bem a tudo que pedi. Existe uma dedicação, um entendimento sobre o que quero, que me deixa muito animado. Crescemos de um jogo para outro e o posicionamento e compactação foram bons. Mas em breve seremos testados e veremos como a equipe se comporta em grau de dificuldade maior. Temos ido muito bem, mas ainda há muito a melhorar aqui – afirmou.

Cabe lembrar que na atual fase da competição uma vitória por dois gols de diferença elimina o jogo de volta e poderá classificar o Tricolor automaticamente.