icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/04/2014
14:56

O técnico do América-MG, Moacir Júnior, valoriza jogadores versáteis, que se movimentam bem em campo e que podem atuar fora da posição de origem. Neste quesito, o lateral-direito Elsinho ganha pontos com o treinador. Tem segurado a barra na defesa e atacado com eficiência. Neste ano já marcou dois gols, com uma característica especial: todos com assistência do atacante Obina.

- É o segundo gol que faço com passe dele [Obina]. No jogo da Copa do Brasil, contra o Santos (AP), ele também me deu a bola para fazer o gol. Sempre gostei de atacar e de fazer gols. Tive aquele problema da contusão, mas me recuperei bem e estou me condicionando cada vez mais. Desde o ano passado, quando entrava nos jogos, procurava dar o meu máximo. Agora, recuperado, estou muito satisfeito em ajudar a equipe a conquistar vitórias - destacou Elsinho.

O jogador ainda comemorou o bom começo do Coelho na Série B do Brasileirão e disse que a síndrome de não vercer dentro de casa, como ocorreu no ano passado, passou.

- Ano passado pegamos adversários que não estavam bem na tabela e que nos prejudicaram muito em casa. Este ano começamos bem, com uma grande vitória em nosso estádio [3 a 0 no Ceará]. O pensamento é de colocar o América na Série A e por isso não podemos perder pontos em casa. Para conquistar pontos fora temos que jogar com inteligência - enfatizou.

O próximo compromisso do Coelho é sábado contra o Boa Esporte no Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG). As equipes já se enfrentaram neste ano pelo Campeonato Mineiro com vitória do América por 2 a 0. A partida foi disputada no Horto.

- Enfrentamos eles este ano e sabemos o quanto é difícil. Mas temos que jogar com inteligência e alegria, sempre respeitando o Boa. Temos atacantes rápidos, tanto titulares como reservas. Será um jogo duro, temos que entrar ligados e buscar o resultado até o fim - completou.