icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
13/02/2015
12:07

De um lado, o atual campeão chinês, o Ghangzhou Evergrande, dos brasileiros Ricardo Goulart, Elkeson, Renê Júnior e do recém-chegado atacante Alan. Do outro, o campeão da Copa da China, o Shandong Luneng, comandado pelo técnico Cuca. É a decisão da Supercopa da China, que acontece no próximo sábado , às 6h (horário de Brasília), na cidade de Hangzhou.

Desde 2013 no Guangzhou, Elkeson já foi bicampeão chinês e campeão da Liga dos Campeões da Ásia, mas ainda não tem o título da Supercopa da China no currículo. Aliás, sua estreia oficial pela equipe chinesa foi justamente neste torneio. Mas quem ficou com a taça, na ocasião, foi o Jiangsu Sainty.

- Já tive a oportunidade de ganhar o bicampeonato chinês, mas ainda não tenho o título da Supercopa da China. Essa decisão é a partida que abre oficialmente a temporada 2015 pra gente, e já poder ter a chance de ser campeão é uma motivação enorme. Nosso time se reforçou, com jogadores como Alan e Ricardo Goulart, mas do outro lado terá uma equipe bastante qualificada também. Será um grande jogo - afirmou Elkeson.

Coincidentemente, quem também chega para fazer sua estreia oficial pelo Guangzhou Evergrande justamente na decisão da Supercopa da China é o atacante Alan, após cinco temporadas de sucesso e muitos gols defendendo o Red Bull Salzburg, da Áustria. O ex-jogador do Fluminense espera dar a largada no futebol chinês com o título.

- Deixei a Europa e vim para o Oriente conhecer uma nova cultura da bola. Espero poder repetir tudo o que apresentei no Salzburg. Fui muito feliz lá e só tenho a agradecer. Agora, depois de uma boa preparação que fizemos, já temos uma decisão pela frente. Seria legal poder começar com o pé direito, com um título. Quero ajudar o Guangzhou a se manter no topo. O time é muito bom - declarou Alan.