icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
10:33

A última data-Fifa de 2014 não trouxe boas notícias para alguns gigantes da Europa. Alguns times contarão com baixas significativas para as próximas rodadas das ligas nacionais em decorrência das lesões, algumas mais graves, outras mais leves.

Real Madrid, Atlético de Madrid, Manchester United, Bayern de Munique e Napoli foram os mais prejudicados.

A Uefa e a Fifa oferecem compensações aos clubes caso os jogadores sofram lesões que durem mais do que 28 dias consecutivos em jogos de seleções. O Plano de Proteção aos Clubes (PPC) foi aprovado em maio de 2012.

Confira a lista de contundidos

MIRANDA - Atlético de Madrid

Um dos destaques do elenco colchonero, o zagueiro-artilheiro Miranda ficará afastado dos gramados de duas a três semanas por conta de uma lesão na coxa esquerda. O defensor sentiu uma fisgada e deixou o campo no primeiro tempo durante a vitória da Seleção Brasileira sobre a Áustria por 2 a 1.

MULLER - Bayer de Munique

O atacante não chegou a completar o primeiro tempo da vitória alemã sobre a Espanha por 1 a 0, em Vigo. O meia-atacante do Bayern de Munique teve dores nas costas e não deve enfrentar o Hoffenheim, no próximo sábado, pelo Campeonato Alemão.

DI MARÍA - Manchester United

De todos os casos, é o que menos preocupa. O meia-atacante levou uma entrada involuntária de Nani na derrota da Argentina para Portugal por 1 a 0, em Old Trafford. O jogador sentiu a pancada. Os médicos da seleção afirmam que não trata-se de uma lesão grave, no entanto, o jogador passará por novos exames e pode desfalcar os Red Devills.

BLIND - Manchester United

O volante da Holanda uma lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo durante a goleada sobre a Letônia, no último domingo. A primeira impressão foi a de que trata-se de uma contusão grave.

MERTENS - Napoli

Um choque com a cabeça do adversário do País de Gales deixou Mertens inconsciente. O meia precisou ser levado a um hospital. Ele sofreu traumatismo craniano, mas passa bem. O jogador ainda não tem previsão de retorno.

MODRIC - Real Madrid



O caso mais grave. Uma pancada no quadríceps da perna esquerda durante empate diante da Itália deixará o volante do Real Madrid parado por cerca de quatro meses. A Fifa já confirmou que indenizará o Real Madrid.