icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2013
19:47

Com a suspensão de Gilson Kleina por conta das ofensas ao árbitro após a derrota para o Sport, um de seus "sósias", o auxiliar Juninho, foi quem comandou o Palmeiras na beira do gramado neste sábado. E a boa atuação alviverde, com direito a goleada sobre o Oeste por 4 a 0, fez com que o elenco fizesse uma "ameaça" ao comandante, que viu o jogo das tribunas do estádio em Presidente Prudente (SP).

- Os meninos brincaram que vão fazer manifestação para eu ficar, mas não tem isso. O Gilson é competente, bacana, dá espaço para nós. Ele sempre trabalhou em sintonia comigo e com o Jair. Ele quer que os auxiliares sempre participem. Ele passa para nós as informações na palestra no hotel e está tranquilo - afirmou.

Substituto de Kleina elogia toque de bola do time

Em sua análise, Juninho foi apenas elogios ao time, que não teve dificuldades para bater a equipe de Itápolis. Segundo ele, os 24 dias de parada para a disputa da Copa das Confederações foram úteis ao Verdão, que chegou aos 15 pontos em sete partidas na competição e se manteve no G4.

- A atuação do time foi excelente, jogou bem não apenas em uma parte da partida, mas em 90 minutos. Esta parada foi muito boa para todos os jogadores, que tiveram tempo para trabalhar. Agora, não tem praticamente ninguém no departamento médico. Foi muito bom para nós, que fizemos os trabalhos necessários - completou.

Palmeiras goleia o Oeste com ajuda de Valdivia

Com a suspensão de Gilson Kleina por conta das ofensas ao árbitro após a derrota para o Sport, um de seus "sósias", o auxiliar Juninho, foi quem comandou o Palmeiras na beira do gramado neste sábado. E a boa atuação alviverde, com direito a goleada sobre o Oeste por 4 a 0, fez com que o elenco fizesse uma "ameaça" ao comandante, que viu o jogo das tribunas do estádio em Presidente Prudente (SP).

- Os meninos brincaram que vão fazer manifestação para eu ficar, mas não tem isso. O Gilson é competente, bacana, dá espaço para nós. Ele sempre trabalhou em sintonia comigo e com o Jair. Ele quer que os auxiliares sempre participem. Ele passa para nós as informações na palestra no hotel e está tranquilo - afirmou.

Substituto de Kleina elogia toque de bola do time

Em sua análise, Juninho foi apenas elogios ao time, que não teve dificuldades para bater a equipe de Itápolis. Segundo ele, os 24 dias de parada para a disputa da Copa das Confederações foram úteis ao Verdão, que chegou aos 15 pontos em sete partidas na competição e se manteve no G4.

- A atuação do time foi excelente, jogou bem não apenas em uma parte da partida, mas em 90 minutos. Esta parada foi muito boa para todos os jogadores, que tiveram tempo para trabalhar. Agora, não tem praticamente ninguém no departamento médico. Foi muito bom para nós, que fizemos os trabalhos necessários - completou.

Palmeiras goleia o Oeste com ajuda de Valdivia