icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
20:02

Desde a madrugada de quarta para quinta-feira, o Corinthians deixou de ser o "atual campeão da Libertadores," já que o Atlético-MG conquistou a edição de 2013 ao vencer o Olímpia (PAR) nos pênaltis, no Mineirão. Um dia depois de Emerson Sheik detonar o árbitro Carlos Amarilla, responsável por apitar o jogo da eliminação do Timão, ainda nas oitavas contra o Boca Juniors (ARG), Ralf e Edenilson negaram que tenham sonhado com o paraguaio por conta da decisão.

- Nessa noite não sonhei, mas na mesma noite da nossa eliminação, sim. Ele está sujeito a erros, mas ficamos muito putos (risos). Hoje ficamos felizes pelo Atlético-MG - afirmou o voalnte.

- Sonho, não, porque se aparecer na mente é pesadelo com esse cara, né? (risos) Mas é parabenizar o Atlético-MG por seu primeiro título, como foi o nosso. A sorte e competência são aliadas, foi merecido o título - disse o lateral.

Em 15 de maio, o Timão recebeu o Boca no Pacaembu e empatou por 1 a 1, sendo eliminado - na Argentina, havia perdido por 1 a 0. Na ocasião, o árbitro paraguaio validou um lance em que Somoza afastou a bola com a mão. Mais tarde, anulou dois gols do Corinthians: um por impedimento de Romarinho, em lance completamente legal, e outro por discutível, por falta de Paulinho no goleiro Orión. No clube, dirigentes e jogadores usaram a palavra "roubo" para descrever o ocorrido.

Desde a madrugada de quarta para quinta-feira, o Corinthians deixou de ser o "atual campeão da Libertadores," já que o Atlético-MG conquistou a edição de 2013 ao vencer o Olímpia (PAR) nos pênaltis, no Mineirão. Um dia depois de Emerson Sheik detonar o árbitro Carlos Amarilla, responsável por apitar o jogo da eliminação do Timão, ainda nas oitavas contra o Boca Juniors (ARG), Ralf e Edenilson negaram que tenham sonhado com o paraguaio por conta da decisão.

- Nessa noite não sonhei, mas na mesma noite da nossa eliminação, sim. Ele está sujeito a erros, mas ficamos muito putos (risos). Hoje ficamos felizes pelo Atlético-MG - afirmou o voalnte.

- Sonho, não, porque se aparecer na mente é pesadelo com esse cara, né? (risos) Mas é parabenizar o Atlético-MG por seu primeiro título, como foi o nosso. A sorte e competência são aliadas, foi merecido o título - disse o lateral.

Em 15 de maio, o Timão recebeu o Boca no Pacaembu e empatou por 1 a 1, sendo eliminado - na Argentina, havia perdido por 1 a 0. Na ocasião, o árbitro paraguaio validou um lance em que Somoza afastou a bola com a mão. Mais tarde, anulou dois gols do Corinthians: um por impedimento de Romarinho, em lance completamente legal, e outro por discutível, por falta de Paulinho no goleiro Orión. No clube, dirigentes e jogadores usaram a palavra "roubo" para descrever o ocorrido.