icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/07/2013
21:03

Mais uma vez, Willians não poderá ser utilizado pelo técnico Dunga. Assim como na primeira rodada do Brasileirão, quando ficou sem Muriel e Fabrício, o treinador foi avisado na véspera da partida. E demonstrou claramente não ter gostado da situação. Justificou com isso, por exemplo, a não revelação do time colorado para o confronto com o Fluminense, neste sábado, às 18h30, em Macaé.

- Não dá para adiantar. Daria se o Willians tivesse condições. Fui comunicado por volta das 13h sobre isso e ainda não deu tempo para pensar. Mais à noite vou resolver como montar a equipe. Se eu soubesse antes, deixaria ele em Porto Alegre. Mas temos que estar prontos para superar isso - explicou o treinador na tarde desta sexta-feira, nas Laranjeiras.

Willians será novamente desfalque por conta de sua suspensão automática, pelo terceiro cartão amarelo recebido ainda antes da parada para a Copa das Confederações. O jogador teria cumprido o jogo contra o Vasco, mas como estava sem contrato com o clube gaúcho, a ausência não valeu. Ficou de fora da vitória sobre o América-MG por atraso em uma documentação enviada da Udinese, para registro de novo contrato.

- A única explicação como técnico é que ele não pode jogar. Isso (erro da diretoria) tem que perguntar para os responsáveis pelo setor. Nesses últimos meses que restam do contrato, só vou cuidar da parte técnica. Na Seleção e aqui no Inter tentei intervir em algumas coisas e fui mal entendido. Então eu vou cuidar só do campo - completou o treinador colorado.

A equipe deve ter novamente Jackson como volante, ao lado de Josimar, já que Airton ficou em Porto Alegre. A tendência de time tem Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Jackson, Josimar, Fabrício e D'Alessandro; Jorge Henrique (Rafael Moura) e Forlán.

Mais uma vez, Willians não poderá ser utilizado pelo técnico Dunga. Assim como na primeira rodada do Brasileirão, quando ficou sem Muriel e Fabrício, o treinador foi avisado na véspera da partida. E demonstrou claramente não ter gostado da situação. Justificou com isso, por exemplo, a não revelação do time colorado para o confronto com o Fluminense, neste sábado, às 18h30, em Macaé.

- Não dá para adiantar. Daria se o Willians tivesse condições. Fui comunicado por volta das 13h sobre isso e ainda não deu tempo para pensar. Mais à noite vou resolver como montar a equipe. Se eu soubesse antes, deixaria ele em Porto Alegre. Mas temos que estar prontos para superar isso - explicou o treinador na tarde desta sexta-feira, nas Laranjeiras.

Willians será novamente desfalque por conta de sua suspensão automática, pelo terceiro cartão amarelo recebido ainda antes da parada para a Copa das Confederações. O jogador teria cumprido o jogo contra o Vasco, mas como estava sem contrato com o clube gaúcho, a ausência não valeu. Ficou de fora da vitória sobre o América-MG por atraso em uma documentação enviada da Udinese, para registro de novo contrato.

- A única explicação como técnico é que ele não pode jogar. Isso (erro da diretoria) tem que perguntar para os responsáveis pelo setor. Nesses últimos meses que restam do contrato, só vou cuidar da parte técnica. Na Seleção e aqui no Inter tentei intervir em algumas coisas e fui mal entendido. Então eu vou cuidar só do campo - completou o treinador colorado.

A equipe deve ter novamente Jackson como volante, ao lado de Josimar, já que Airton ficou em Porto Alegre. A tendência de time tem Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Jackson, Josimar, Fabrício e D'Alessandro; Jorge Henrique (Rafael Moura) e Forlán.