icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
20:51

A final do ATP 250 de Atlanta, nos Estados Unidos, reservou um duelo entre dois gigantes. Ao fim, melhor para o tenista local John Isner (22º do ranking), de 2,08m, que foi campeão após vencer o sul-africano Kevin Anderson (21º), de 2,03m.

O triunfo foi por 2 sets a 1, após um jogo muito disputado, com tie-break nos três sets. Isner precisou de 2h55 de jogo para fechar com parciais de 6-7 (3-7), 7-6 (7-2) e 7-6 (7-2).

Antes de alcançar o triunfo no terceiro set, John Isner salvou dois match-points e por pouco não viu Anderson levantar o troféu na Geórgia. O confronto ainda contou com uma chuva de aces - 45 ao todo, sendo 24 do campeão.

O título é o sétimo da carreira do tenista de 28 anos, que este ano já havia vencido o ATP 250 de Houston, no saibro. O torneio de Atlanta foi o primeiro de uma série no piso duro que servirá de preparação para o último Grand Slam do ano, o US Open, em agosto.

A final do ATP 250 de Atlanta, nos Estados Unidos, reservou um duelo entre dois gigantes. Ao fim, melhor para o tenista local John Isner (22º do ranking), de 2,08m, que foi campeão após vencer o sul-africano Kevin Anderson (21º), de 2,03m.

O triunfo foi por 2 sets a 1, após um jogo muito disputado, com tie-break nos três sets. Isner precisou de 2h55 de jogo para fechar com parciais de 6-7 (3-7), 7-6 (7-2) e 7-6 (7-2).

Antes de alcançar o triunfo no terceiro set, John Isner salvou dois match-points e por pouco não viu Anderson levantar o troféu na Geórgia. O confronto ainda contou com uma chuva de aces - 45 ao todo, sendo 24 do campeão.

O título é o sétimo da carreira do tenista de 28 anos, que este ano já havia vencido o ATP 250 de Houston, no saibro. O torneio de Atlanta foi o primeiro de uma série no piso duro que servirá de preparação para o último Grand Slam do ano, o US Open, em agosto.