icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/11/2014
23:04

Para Dorival Júnior, o Palmeiras teve dificuldades em dois momentos na vitória sobre o Bahia, por 1 a 0: nos primeiros 15 minutos, quando a equipe da casa pressionou, e no fim, já que o Verdão não definiu o placar. Correndo o risco de levar o empate no fim por não encaixar um bom contra-ataque, o treinador fez apenas esta ressalva no importante resultado para o Alviverde.

- Nos primeiros 15, 18 minutos o Bahia prevaleceu, não achávamos a marcação. Depois que nos encontramos, o posicionamento melhorou, o Palmeiras cresceu, melhorou, passou a buscar situações. Foi importante esta postura da equipe. Com o gol, voltamos para o segundo tempo mais seguros, só que não soubemos definir, e o Bahia teve um ímpeto forte. Foi um jogo franco, bonito, em que a marcação muitas vezes prevaleceu, mas tivemos a felicidade de na triangulação fazer o gol, fundamental para as nossas pretensões - falou o treinador.

Com o resultado deste domingo, o Verdão chegou a 39 pontos, e abriu cinco de vantagem para a zona de rebaixamento. Na 13ª colocação, o time saiu da Fonte Nova com um triunfo mesmo sem Henrique, que marcou 15 dos 32 gols do time no Brasileiro. Fruto, para Dorival Júnior, da melhora apresentada pelo Palmeiras.

- A equipe vem adquirindo um padrão, evoluindo, e isto tem sido importante. É natural em algumas posições ter carência, como na falta do Henrique, em que precisaríamos improvisar com o Felipe (Menezes) ou até o Diogo. (Contra o Bahia) O time estava tentando se encontrar, ainda precisamos trabalhar um pouco mais a bola no meio, e sei que isto demanda tempo, mas estamos evoluindo. Espero seguir assim - falou.

O Verdão viaja nesta madrugada de volta para São Paulo (SP) e recebe folga na segunda-feira. A próxima atividade dos comandados de Dorival será na terça-feira de manhã, na Academia de Futebol. O time volta a campo no próximo sábado, para enfrentar o Atlético-MG, no Pacaembu.