icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
26/02/2015
17:49

O técnico Doriva não quer sentir o sabor amargo de um novo tropeço em São Januário, como aconteceu no empate em 1 a 1 com o Barra Mansa, na semana passada. Por isso, no treino desta quinta-feira, o penúltimo antes do jogo contra o Bangu, neste sábado, às 16h, na Colina, o treinador armou uma espécie de coletivo, onde os titulares tinha que furar a retranca dos reservas, que por sua vez jogaram o tempo inteiro atrás da linha da bola e saindo em contra-ataque.

Durante quase todo o treinamento, que durou cerca de 50 minutos, Doriva fez diversas paralisações para orientar o time. O objetivo era troca de passes e movimentação, justamente para ter êxito na hora de furar a retranca do adversário. As laterais foram usadas constantemente como uma válvula de escape.

Em relação ao time que enfrentou o Fluminense, apenas uma mudança: Guiñazú, suspenso, deixa a equipe, e Bernardo, que volta de suspensão, retorna. Assim, os titulares jogarão com Martin Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Christianno; Serginho, Julio dos Santos e Marcinho; Rafael Silva (Thalles), Bernardo (Jhon Cley) e Gilberto.

Os reservas treinaram com Charles; Nei, Anderson Salles, Douglas Silva e Lorran; Sandro Silva e Lucas; Yago, Jhon Cley (Bernardo) e Montoya; Thalles (Romarinho). Yago e Montoya foram utilizados na saída para o contra-ataque, em geral nas costas de Madson e Christianno.

Jordi, Rafael Copetti, Aislan, Jomar, Henrique, Erick Daltro, Guiñazú, Victor Bolt, Jonatas Paulista, Daniel Rozen, Maheus Índio, Guilherme Costa, Marquinhos do Sul, Romarinho e Mosquito fizeram um exercício separado atrás de um dos gols, acompanhados pelo auxiliar técnico Eduardo Barroca. Antes de começar a atividade, ele bateu bola atrás do gol com os filhos Matias e Lucas. Um com a camisa do Vasco e outro do Manchester City.

O Vasco está na terceira colocação do Campeonato Carioca, com 14 pontos em seis jogos disputados. A equipe está atrás apenas de Botafogo e Flamengo. Logo após o duelo com o Bangu, a equipe viaja na segunda para o Acre, onde enfrenta o Rio Branco, quarta, pela primeira fase da Copa do Brasil.