icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira e Matheus Babo
13/03/2014
07:05

Enquanto o time principal luta para se classificar em uma situação favorável no Carioca, a diretoria do Vasco negocia a situação daqueles jogadores que vêm treinando separado do elenco desde o início do ano. São eles: Michel Alves, Renato Silva, Rodolfo, Nei e Sandro Silva. Cada um, aliás, com uma situação diferente.

Os zagueiros Renato Silva e Rodolfo negociam com a diretoria para uma rescisão amigável. O contrato de ambos termina ainda neste ano. O vínculo de Rodolfo vai até o dia 30 de julho, enquanto o de Renato Silva se estende até 31 de dezembro. Só depois disso eles começarão a procurar outros clubes.

A situação de Michel Alves e Nei está estagnada. Assim como os demais, eles seguem treinando separado do elenco, mas não pretendem fazer uma rescisão amigável. O Vasco já avisou que aceita emprestá-los, mas para o goleiro não chegou nenhuma proposta e o lateral-direito se diz adaptado e feliz no Rio. Nei até recebeu uma sondagem da Chapecoense, mas não passou disso.

Por último, o volante Sandro Silva, que deve ser o primeiro a sair. O jogador está conversando com o Boa Esporte para acertar empréstimo até o fim desta temporada. As tratativas estão adiantadas, mas falta definir a questão financeira. O Vasco quer dividir em 50% o salário dele, enquanto os mineiros ofereceram 35%.

- Tenho uma boa relação com a diretoria e estamos negociando um empréstimo para o Boa Esporte. Há uma boa chance de isso ter um desfecho semana que vem - disse o empresário do jogador, Orlando Almeida.

Procurada, a diretoria do Vasco não comentou sobre as negociações, e disse que tudo está sendo tratado internamente.

Sem envolver a Justiça

Ao contrário do que fez o volante Wendel, que estava treinando separado assim como os outros até o início de fevereiro, nenhum destes cinco pretende envolver a Justiça para conseguir a liberação.