icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo
24/02/2015
08:10

Apesar dos maus resultados do XV de Piracicaba no Paulistão, a diretoria do clube não gostaria de ter demitido Roque Júnior após apenas seis rodadas à frente da comissão técnica. Ao menos é o que diz um dos dirigentes, com um argumento pouco comum para a decisão já tomada. Diante da impossibilidade de inscrever novos jogadores ao longo do Estadual, imposta pela Federação Paulista de Futebol, a saída do técnico foi a única alternativa encontrada pelo Nhô Quim, alega o clube.

Como principal novidade no regulamento do Campeonato Paulista de 2015, a FPF anunciou o limite de 28 atletas inscritos por equipe na competição. Entre críticas e elogios, a nova regra já entrou em vigor. Em conversa com o LANCE!Net, o diretor de futebol do XV de Piracicaba, Renato Bonfíglio, usou justamente a limitação no registro de jogadores para justificar a demissão de Roque Júnior.

– Ele é bom técnico. Tem tudo para ser um ótimo treinador. Mas futebol é resultado. E como não veio resultado, tivemos de mexer no técnico, já que não podemos inscrever jogadores. É esse novo regulamento da Federação Paulista. Falamos para ele que nós da diretoria não achávamos que o esquema dele estava encaixando. São coisas do futebol – afirmou Bonfíglio.

Ex-zagueiro pentacampeão mundial pela Seleção Brasileira, Roque Júnior foi anunciado como treinador do XV de Piracicaba para o Paulistão-15 em setembro do ano passado. Aos 38 anos, ele comandou o Nhô Quim em seis rodadas do estadual, somando cinco derrotas e uma vitória. Apesar da má campanha, o diretor de futebol do clube nega qualquer mágoa com o treinador.

– De jeito nenhum. É muito boa gente ele. É um cara fora de série. Ficamos sentidos que ocorreu isso. Se não tiver resultado, não tem como segurar. Isso acontece nos grandes clubes também – discorreu Bonfíglio.

O estopim para a demissão de Roque Júnior foi a derrota do XV de Piracicaba para o Linense, por 2 a 1, em Lins, no último sábado. No domingo, o clube anunciou, por meio de redes sociais, a saída do treinador. Nessa segunda-feira, Toninho Cecílio assumiu o comando técnico da equipe e já realizou o primeiro treino à frente do time.

O XV de Piracicaba ocupa a terceira posição do Grupo D do Paulistão, com três pontos. Na classificação geral, o Nhô Quim ocupa a 17ª colocação, primeira posição na zona de rebaixamento à Série A2.