icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/02/2015
08:00

A situação de Anderson Silva no UFC não está nada fácil após ser flagrado em exame antidoping, em teste feito antes de sua luta contra Nick Diaz, no UFC 183. Além de drostanolone, espécie de anabolizante, outra substância proibida foi detectada no lutador. Traços de Androsterone, que é tipo uma testosterona, também apareceram no exame do aleta, segundo a Comissão Atlética de Nevada.

Em entrevista ao site "MMA Fighting", o diretor-executivo da Comissão Bob Bennett lamentou o ocorrido e deu os parabéns pela guerra que o Ultimate tem feito contra drogas ilegais.

- Eu acho que é muito lamentável esse fato. O UFC fez um tremendo esforço para nivelar sua batalha contra essas drogas. O crédito vai para eles, que continuam fazendo a coisa certa e apoiam nossos testes.  Você não pode perder de vista todos os outros atletas que não fazem o que devem fazer e lutar de forma limpa - disse o executivo da Comissão.