icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/02/2015
21:42

Precavido contra a jogada do lateral cobrado diretamente para área, o Flamengo apenas não se preparou para superar a marcação adiantada do Resende. Surpreendido ou não, o Rubro-Negro fez prevalecer na etapa final a superioridade técnica em Volta Redonda para cravar 2 a 1, neste sábado, no estádio Raulino de Oliveira.

Os três ligeiros do ataque do Fla não tiveram dificuldades só na execução dos lances individuais, como também careceram das bolas alongadas que deveriam ser distribuídas pelo único armador: Arthur Maia.

O responsável por desempenhar a função de um legítimo 10 e que veste a 19 não foi apenas bem marcado. Quando teve espaços, conduziu em demasia a bola. O Resende tirava os espaços de Maia e deixava que a saída de bola ficasse à cargo de Canteros e de Márcio Araújo.

E MAIS
> Veja a tabela atualizada do Campeonato Carioca
> Confira, minuto a minuto, como foi a vitória do Flamengo


Às vezes, até com sete jogadores no campo de defesa do Flamengo, o Gigante do Vale obrigou a zaga adversária optar por chutões na busca por Marcelo Cirino e Everton.

Para muda a tônica do jogo, Vanderlei Luxemburgo pediu para que Arthur Maia voltasse para o segundo tempo na função de um ponta. Foram dez minutos, lance algum criado e a substituição por Alecsandro.


 Anderson Pico quase foi de herói a vilão em Volta Redonda (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Com quatro atacantes contra um bem postado Resende que não refugou à marcação sob pressão, o Flamengo respirou quando o chute seco de Anderson Pico estufou as redes da equipe do interior.

O fôlego e a aplicação tática da equipe de Edson Souza pareciam ter se sucumbido depois do pênalti duvidoso assinalado por Grazianni Maciel Rocha e que foi convertido por Alecsandro. Pico, pouco tempo depois, em uma gentileza atrapalhada, marcou contra.

Alento, que no fim, porém, não foi suficiente para o Resende empatar a partida, que teve ainda um pênalti de Cássio no rubro-negro Everton não marcado.


FICHA TÉCNICA:
RESENDE 1 X 2 FLAMENGO


RESENDE: Arthur, Cássio, Admilton (Marcelo 42'/2°T), Lucas, Uallace; Iuri Pimentel, Léo Silva, Jeferson Silva (Willian Vitorino 20'/2ºT), Marcel; Jhulliam (Márcio Carioca 12'/2°T) e Geovane Maranhão. TÉC: Edson Souza

FLAMENGO: Cesar, Pará, Wallace, Samir, Anderson Pico; Márcio Araújo, Canteros (Cáceres 38'/2°T). Arthur Maia (Alecsandro 11'/2°T); Everton, Nixon (Luiz Antonio 18'/2°T) e Marcelo Cirino. TÉC: Vanderlei Luxemburgo

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data: 7 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo (RJ), Henrique Corrêa (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Público/renda: 5.700 pagantes/R$ 137.975,000
Cartões amarelos: Geovane Maranhão, Marcel (RES) Wallace (FLA)
Cartões vermelhos:
GOLS: Anderson Pico (16'/2ºT), Alecsandro (27'/2ºT), Anderson Pico (contra 30'/2°T)