icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/12/2013
19:32

Revelado pela Portuguesa em 2005, Diogo retornou ao Canindé neste ano para ajudar a equipe rubro-verde no Campeonato Brasileiro. O atacante fez sua parte e estava na equipe que, dentro de campo, evitou o rebaixamento da Lusa. Porém, a decisão do STJD da última segunda-feira fez com que o clube perdesse quatro pontos devido à irregularidade do meia Héverton na última rodada da competição, e, consquentemente, fosse rebaixado à Série B. Em entrevista à ESPN, Diogo lembrou ano de sacrifício e admitiu a possibilidade do clube fechar as portas.

- Eu creio que sim (corra de risco de fechar). Minha preocupação é justamente essa. Espero que não aconteça, mas um time não tem dinheiro... Que jogador vai querer ir para a Portuguesa? O clube não vai ter dinheiro para contratar jogador. Você vê a Portuguesa revelando alguns jogadores, mas não tendo força para manter. Isso é preocupante - disse.

Com contrato até o fim do ano, Diogo ressaltou o amor que tem pelo o clube que o revelou, mas não garantiu sua permanência no próximo ano. O atacante, que foi ídolo no time grego Olimpiakos, também não descartou a possibilidade de jogar fora do país, mas preferiu não citar clubes.

- Eu vou entrar em férias e analisar. Eu fiquei muito triste com a notícia, claro, mas eu tenho família. Todos os jogadores têm. Eu tenho um carinho pela Portuguesa, mas tenho família para cuidar  - enfatizou.