icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/04/2014
19:59

Após o empate com o Flamengo, que deu o título do Campeonato Carioca para o time da Gávea, o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, se mostrou revoltado com a atuação da arbitragem na partida - que validou o gol impedido de Márcio Araújo, que culminou no título rubro-negro. O mandatário cruz-maltino lembrou que não foi o primeiro erro em um Flamengo e Vasco a favor do Flamengo (na taça Guanabara um gol legal de Douglas não foi validado) e deixou um incógnita quanto à postura do Vasco no Estadual 2015.

- Só queria deixar registrado a indignação quanto a mais um erro. Erro que prejudicou o trabalho que está sendo feito. E é sempre contra o Vasco. Venho, não por choro, mas para lamentar erros decisivos que fizeram com que o Vasco não chegasse ao titulo. O futebol do Rio não pode passar por isso. A TV mostra que o cara (árbitro auxiliar) erra e não acontece nada. Estou chateado da maneira como uma arbitragem decide uma partida. E isso aconteceu de novo. Quando o zagueiro (Wallace) nem tinha tocado na bola, ele (Márcio Araújo) já estava na frente. Queremos um futebol sério. Essas coisas só acontecem contra a gente? Existe um número grande (de auxiliares) à beira do campo para que não aconteça o erro, mas pega e o bandeira está na linha em que deveria estar, não vê o impedimento e não acontece nada. Sempre contra o Vasco e sempre a favor do Flamengo - disse o presidente, que ao ser questionado sobre o Carioca do ano que vem, deixou a decisão no ar:

- Vamos pensar com relação a isso. Sentar à mesa para se discutir. Campeonato tem de ser bom para todos, não apenas para um. Após a primeira partida da final, os dois lados reclamaram da arbitragem. Durante a semana, a polêmica aumentou ainda mais quando a esposa do árbitro Marcelo de Lima Henrique postou em uma rede social que o "Vasco já era o vice certo".

Vasco vacila no final, empata com o Flamengo e é vice do Carioca