icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
05/02/2015
23:51

O Flamengo conquistou na noite desta quinta-feira sua segunda vitória consecutiva na sétima edição do NBB. Mesmo sem contar com o ala Marcelinho, afastado por um desentendimento com o técnico José Neto às vésperas do confronto, o Rubro-Negro repetiu o desfecho da decisão do NBB 5 e tornou a levar a melhor sobre o Uberlândia, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, agora pelo elástico placar de 91 a 58.

Com o resultado, os atuais campeões das Américas e Intercontinentais chegaram ao seu 13º triunfo em 19 jogos na temporada 2014/2015 do NBB e se manteve firma na quarta posição, com 68,4% de aproveitamento. Já o Uberlândia conheceu seu segundo revés seguido no campeonato e segue fora da zona de classificação aos playoffs, com campanha de sete vitórias em 21 jogos (33,3% de aproveitamento).

A exemplo da vitória da última rodada, contra o Minas, o Flamengo contou mais uma vez com grande atuação do ala Vitor Benite, que deixou a quadra com 22 pontos na conta, além de seis rebotes. Também com 22 pontos, o ala Marquinhos foi outra figura importante para os rubro-negros em quadra, junto do ala/pivô Walter Herrmann, responsável por 13 tentos.

Mas o principal destaque da noite ficou por conta do ala/pivô Olivinha, que registrar um duplo-duplo de 13 pontos e 13 rebotes, se tornou o primeiro atleta a ultrapassar a marca dos 2.000 rebotes na história do NBB. Líder histórico no fundamento, o camisa 14 do Flamengo agora possui 2.006 rebotes em sua conta no maior campeonato do país.

Pelo lado do Uberlândia, os maiores pontuadores foram o ala Audrei, autor de 17 pontos, quatro rebotes e duas assistências, e do ala/pivô Luis Gruber, que registrou 16 pontos e sete rebotes. Outro que apareceu bem em favor do esquadrão do Triângulo Mineiro foi o irmão de Audrei, o jovem armador Ícaro, que saiu do banco e foi responsável por dez pontos.