icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2013
10:22

Diego Tardelli será um dos jogadores que a torcida ficará esperançosa de ver boas jogadas no Marrocos. Já concentrado para os jogos da semifinal e, quem sabe, da final, o atacante comentou sobre o duelo contra o Bayern de Munique e revelou achar que será um embate de igual para igual.

- Sobre o Bayern, acho que tem grandes jogadores, igual a gente tem aqui no Brasil. A possível ida para uma final iguala a vontade nossa. Os jogadores, os mais talentosos, vão ter que chamar a responsabilidade. Tudo que eles têm lá, nos temos aqui, não muda muita coisa - afirmou o jogador.

E a última participação brasileira em Mundial de Clubes é motivante. O Corinthians conquistou a penúltima Libertadores e conseguiu vencer o Chelsea no Japão, em dezembro de 2012.

Para Diego Tardelli, a vontade será o diferencial na questão.

- O Corinthians provou ano passado na final contra o Chelsea, não tem nada de mais, depende da vontade, eu tenho confiança que vamos trazer este título.

Seleção? Mundial vem na frente

O atacante, em suas entrevistas coletivas na Cidade do Galo, sempre é perguntado sobre Seleção Brasileira. Jogando um futebol coletivo de alto nível, o jogador pleteia uma chance com Felipão e acredita que o Mundial de Clubes é a oportundiade certa para isso. No entanto, deixou claro que conquistar o mundo, pelo Galo, é o primeiro objetivo, depois vem as boas consequências.

- Claro que o Mundial é uma grande vitrine, o mundo todo estará vendo, acredito que todos da Seleção acompanharão. Mas isso é uma coisa que é os egundo plano, o primeiro objetivo é o Mundial, é ir para Marrocos e conquistar esse título. Depois é consequência, aí a gente vê o que acontece. Mas o meu foco maior é, com certeza, o Mundial.