icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2013
18:00

Chegou a hora de colocar a nova garotada do Santos na primeira "prova de fogo" pelos profissionais. Contra o Crac-GO, nesta quarta-feira, em Catalão, às 21h50, Neilton, Leandrinho, Giva & Cia terão de encarar a sua primeira "decisão".

O confronto é válido pela terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, o Peixe ficou no empate por 1 a 1 e, agora, precisa vencer ou empatar por mais de dois gols para garantir a vaga para as oitavas. Se ocorrer um novo empate por 1 a 1, a decisão irá para os pênaltis. 

Para o duelo decisivo, os "Novos Meninos da Vila" terão que mostrar serviço mais uma vez. Isso porque os experientes Edu Dracena, Léo, Cícero e Montillo foram poupados pelo técnico Claudinei Oliveira e sequer embarcaram rumo à Goiânia.

Além deles, estão fora do jogo os volantes Arouca, Renê Júnior e Marcos Assunção e o zagueiro Neto, recuperando-se de lesões, bem como o lateral Cicinho, que não pode jogar, porque já atuou pela Ponte Preta no torneio desta temporada.

Se depender dos últimos jogos, no entanto, as ausências não devem ser um problema. Tendo a garotada como destaque, o Peixe não perde há cinco jogos e tem sido bastante elogiado pela crítica e mídia.

Lanterinha na Série C, mas cheio de esperanças 

O Crac-GO precisa apenas de um empate sem gols nesta quarta-feira para eliminar o Santos e conseguir um feito histórico: avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Em relação ao time que conquistou o empate na Vila Belmiro, o técnico Marcelo Rocha foi "obrigado" a fazer duas mudanças no ataque: com a lesão de Héber e a suspensão de Pantico - que levou o terceiro amarelo - a tendência é que Danilo e Jonathan sejam as promessas de gol da equipe.

Se na competição os catalães podem fazer história, na Série C a situação é bem menos confortável. Lanterna do Grupo B, o CRAC conquistou apenas um ponto e marcou uma única vez. Em cinco jogos, o tima soma quatro derrotas e um empate.

FICHA TÉCNICA
CRAC X SANTOS
Local: Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão (GO)
Data/Hora: 23/7/2013, às 21h50
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)

CRAC: Aleks; Rodnei, Bruno Alves, Ben Hur e Rodrigo Crasso; Coquinho, Washington, Diogo Medeiros e William Amendoim ; Jonathan* e Danilo* - Técnico: Marcelo Rocha.

SANTOS: Aranha; Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Mena; Alan Santos, Alison (Lucas Otávio), Pedro Castro e Leandrinho; Neilton e Willian José.



Chegou a hora de colocar a nova garotada do Santos na primeira "prova de fogo" pelos profissionais. Contra o Crac-GO, nesta quarta-feira, em Catalão, às 21h50, Neilton, Leandrinho, Giva & Cia terão de encarar a sua primeira "decisão".

O confronto é válido pela terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, o Peixe ficou no empate por 1 a 1 e, agora, precisa vencer ou empatar por mais de dois gols para garantir a vaga para as oitavas. Se ocorrer um novo empate por 1 a 1, a decisão irá para os pênaltis. 

Para o duelo decisivo, os "Novos Meninos da Vila" terão que mostrar serviço mais uma vez. Isso porque os experientes Edu Dracena, Léo, Cícero e Montillo foram poupados pelo técnico Claudinei Oliveira e sequer embarcaram rumo à Goiânia.

Além deles, estão fora do jogo os volantes Arouca, Renê Júnior e Marcos Assunção e o zagueiro Neto, recuperando-se de lesões, bem como o lateral Cicinho, que não pode jogar, porque já atuou pela Ponte Preta no torneio desta temporada.

Se depender dos últimos jogos, no entanto, as ausências não devem ser um problema. Tendo a garotada como destaque, o Peixe não perde há cinco jogos e tem sido bastante elogiado pela crítica e mídia.

Lanterinha na Série C, mas cheio de esperanças 

O Crac-GO precisa apenas de um empate sem gols nesta quarta-feira para eliminar o Santos e conseguir um feito histórico: avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Em relação ao time que conquistou o empate na Vila Belmiro, o técnico Marcelo Rocha foi "obrigado" a fazer duas mudanças no ataque: com a lesão de Héber e a suspensão de Pantico - que levou o terceiro amarelo - a tendência é que Danilo e Jonathan sejam as promessas de gol da equipe.

Se na competição os catalães podem fazer história, na Série C a situação é bem menos confortável. Lanterna do Grupo B, o CRAC conquistou apenas um ponto e marcou uma única vez. Em cinco jogos, o tima soma quatro derrotas e um empate.

FICHA TÉCNICA
CRAC X SANTOS
Local: Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão (GO)
Data/Hora: 23/7/2013, às 21h50
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)

CRAC: Aleks; Rodnei, Bruno Alves, Ben Hur e Rodrigo Crasso; Coquinho, Washington, Diogo Medeiros e William Amendoim ; Jonathan* e Danilo* - Técnico: Marcelo Rocha.

SANTOS: Aranha; Galhardo, Gustavo Henrique, Durval e Mena; Alan Santos, Alison (Lucas Otávio), Pedro Castro e Leandrinho; Neilton e Willian José.