icons.title signature.placeholder Russel Dias
13/04/2014
09:00

O clima de decisão deixou até os jogadores titulares mais experientes ansiosos. Para Alan Santos, que está prestes a completar 23 anos, o sentimento não é nada diferente. Ainda jovem, ele passará pela terceira final de Paulista seguida, mas não é só isso o que deixa o volante aflito. O que preocupa de fato é a paternidade pela primeira vez em sua vida.

Como se não bastasse tudo isso na vida dele, as duas coisas podem acontecer no mesmo dia: o título e o nascimento da filha Lara.

E se sua esposa der à luz durante os 90 minutos da decisão? Alan já tem tudo planejado para correr.

– Eu tenho que cumprir com a minha obrigação, que é meu trabalho. Assim que for campeão eu vou direto para o hospital. A comemoração ia ser no hospital. A maior emoção que um cara pode ter na vida é ver o nascimento do filho.

Durante a entrevista ao LANCE!Net, no CT Rei Pelé, seu celular tocou, e era exatamente sua esposa. Alan atendeu rapidamente, com o semblante preocupado. Depois da ligação, ele prosseguiu com a entrevista, e aos risos ele disse:

– Está tudo bem, ainda não está na hora!

Durante a fase final do Paulistão, o Santos se concentrou no hotel do CT algumas vezes, e caso o tão aguardado telefonema aconteça no período de concentração, o jogador garante que Oswaldo já está avisado, e Alan Santos liberado.

Titular em sete jogos no campeonato, ele participou de 11 partidas no Estadual, e recentemente perdeu a vaga no meio de campo, para o companheiro Alison.

Mesmo sabendo que não vai começar jogando, ele espera contribuir para uma sonhada virada no placar, e ser bicampeão paulista.

– Nem que sejam dez ou cinco minutos, vou dar o meu melhor.

Bate-bola com Alan Santos, volante do Santos, em entrevista ao LANCE!Net, no CT Rei Pelé

Como está se sentindo diante de vários acontecimentos?

É um momento muito feliz da minha vida. Vai ser minha terceira final seguida, e com o nome de Jesus vamos ser campeões de novo. Vou ser bi-Pulista, meu aniversário é dia 24, minha filha está para nascer, meu aniversário de casamento é no início de maio. As bençãos de Deus estão vindo.

Sua esposa vai assistir o jogo no estádio do Pacaembu?

Ela me implorou para ir para o jogo, mas mesmo com toda a segurnaça ela tem que passar pela torcida e se acontecesse alguma coisa é pior, eu prefiro que ela fique em casa. Se for campeão eu desço e comemoro com ela.

Como é quando você tem que ficar concentrado e ela em casa?

Eu fico esperto com o telefone, fico ansioso pela minha filha, quero ver o rostinho dela. Mas agora minha sogra está aqui então eu fico mais tranquilo. Se o telefone tocar eu saio correndo.

Já decidiram o nome do bebê?

Lara, porque minha esposa é Sara, eu sou Alan, e a gente queria um nome com 4 letras.

Apesar de você ser de Salvador, há uma ligação com a cidade de Santos. Como vai ser ter uma filha nascida na cidade?

É um clube que eu gosto muito, pretendo encerrar minha carreira aqui, minha filha vai ser santista, e eu pretendo ficar aqui por bastante tempo. É uma cidade que eu fiz muitos amigos.