icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2014
09:03

Música e futebol caminham juntos no coração do brasileiro. Neste sábado se comemora o "Dia do Músico", daí a ideia de levantar artistas do esporte que arriscaram pelo menos um chute na carreira musical. Confira e relembre a investida desses "aventureiros".

Nunes e a Banda Ultra Leve
Em 1988, Nunes gravou um disco no qual o destaque foi a música "Valeu, Graham Bell". Trata-se de um agradecimento à invenção do telefone para ligar para a amada.

Ney Franco - "Na Beira do Caos"
Técnico tem no currículo clubes como Flamengo, Botafogo, São Paulo, Atlético-PR, Coritiba... Com a Banda Mahais gravou "Na Beira do Caos". Em homenagem ao treinador, a banda gravou em 2009 o disco "Mahais Canta Ney Franco", incluindo novamente "Na Beira do Caos".



Junior - "Povo Feliz (Voa, Canarinho)"
Então jogador do Flamengo e convocado à Seleção para a Copa de 1982, na Espanha, Junior soltou o gogó e gravou um compacto para motivar a torcida.



Pelé
O maior "sucesso" de Pelé foi o tal do "ABC", mas separamos um outro vídeo interessante, no qual o Rei do Futebol canta para Maradona. Confira.



Maradona
O craque argentino também se arriscou no palco, cantando a sugestiva "La mano de dios", música feita para o próprio... Maradona.



Ronaldo Giovanelli
O ex-goleiro que se destacou no Corinthians e Fluminense virou comentarista esportivo. Mas também se arriscou no mundo da música, formando a banda "Ronaldo e os Impedidos". Lançou dois álbuns, mas não foi adiante. Recentemente ele volto à cena, soltando a voz na música "Onde está o Rock'n Roll?".





Seedorf
Além de bom de bola, Seedorf também manda bem cantando. O ex-jogador gravou duas músicas ainda nos tempos em que atuava.

Ronaldinho Gaúcho
Voltando aos jogadores brasileiros, Ronaldinho 'ousou' gravando um funk sertanejo.



Marcelinho Carioca
Já na linha 'mais comportada', Marcelinho Carioca chegou a cantar na banda de pagode gospel 'Divina Inspiração', que também tinha o ex-jogador Amaral como integrante.



Helton
Ex-jogador do Vasco, o ídolo do Porto é baterista da H1 Music Band, grupo que mistura pop e rock, e já se apresentou inclusive no tradicional reveillon da Avenida dos Aliados, em Portugal