icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
10:03

Dois campeonatos paralelos, um risco de rebaixamento ainda existente e uma finalíssima pela frente – que pode dar uma vaga na Libertadores do ano que vem. Com este panorama, o técnico Jayme de Almeida tem testado jogadores no Campeonato Brasileiro e se mostrado satisfeito com o que o misto do Flamengo tem apresentado em campo.

Com jogadores poupados, a equipe rubro-negra conseguiu bater o Fluminense e empatar com o Goiás, em partida na qual, segundo o treinador, o Fla teve tudo para sair do Maracanã vencedor.

Jayme faz questão de exaltar o grupo em um momento importante da temporada. Ao mesmo tempo que o clube e os torcedores vivem a expectativa pela final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, o treinador não esquece as contas e lembra que ainda há chance de o Flamengo entrar na zona de rebaixamento, mesmo com o campeonato próximo do fim.

E MAIS
> Procon pede explicações ao Fla sobre preço dos ingressos para final da Copa do Brasil
> Flamengo divulga matéria em que rubro-negros são os mais ricos do país
> Com preço 'salgado' para finalíssima, Luiz Antonio bancará família

– Atravessamos (momento ruim) depois do jogo contra o Atlético (Paranaense). Ficamos muito chateados com aquela derrota. Mas estamos no caminho certo, procurando fazer a coisa com bastante seriedade e calma. E os resultados estão vindo. Conseguimos formar um grupo no qual todo mundo é importante.

Contra o Goiás, por exemplo, o comandante colocou o jovem Adryan como titular, além de ter utilizado o atacante Nixon, o meia Gabriel e o volante Diego Silva.

Antes do primeiro jogo da final, dia 20, no Paraná, o Flamengo vai encarar São Paulo e Grêmio, ambos fora de casa, pelo Brasileiro. O time tem 45 pontos, nove a mais do que o Criciúma, primeiro na zona.