icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
icons.title signature.placeholder Frederico Ribeiro
10/07/2013
21:01

Na vitória contra o Criciúma, no último domingo, o técnico Cuca chamou a torcida com uma camisa escrita 'Yes, We CAM'. E a camiseta com as palavras cabalísticas acabaram servindo de uniforme para a delegação alvinegra. O segurança Lúcio Fábio e o atacante Alecsandro estavam com a camiseta igual a de Cuca.

Posteriormente, a Assessoria de Impensa do Galo confirmou que todos os jogadores estavam usando a mesma peça. A ideia surgiu nas redes sociais, na época do centenário do Atlético-MG, aproveitando o slogan da campanha presidencial de Barack Obama.

Uma camisa similar estava sendo vendida por ambulantes nos arredores do Independência. Preta e com os dizeres brancos, só não tinha o escudo do Galo e custava R$ 20.

Na vitória contra o Criciúma, no último domingo, o técnico Cuca chamou a torcida com uma camisa escrita 'Yes, We CAM'. E a camiseta com as palavras cabalísticas acabaram servindo de uniforme para a delegação alvinegra. O segurança Lúcio Fábio e o atacante Alecsandro estavam com a camiseta igual a de Cuca.

Posteriormente, a Assessoria de Impensa do Galo confirmou que todos os jogadores estavam usando a mesma peça. A ideia surgiu nas redes sociais, na época do centenário do Atlético-MG, aproveitando o slogan da campanha presidencial de Barack Obama.

Uma camisa similar estava sendo vendida por ambulantes nos arredores do Independência. Preta e com os dizeres brancos, só não tinha o escudo do Galo e custava R$ 20.