icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2013
18:39

A Chapecoense é uma das grandes surpresas do futebol brasileiro em 2013. Na primeira participação da equipe na Série B, os comandados de Gilmar dal Pozzo chegaram a liderar a competição - que conta com o todo poderoso Palmeiras - durante algum tempo e acumulou gordura na segunda posição da competição. Entretanto, quando muitos já davam o acesso à Série B como certo, o Verdão do Oeste começou a bambear. Foram seis empates nas seis últimas partidas, e a diferença para o quinto colocado, antes estratosférica, agora está em nove pontos e pode diminuir ao término da rodada. O clube ainda está confortável, mas depois de empatar com o América-RN na última terça-feira, fora de casa, pode ver os adversários diretos se aproximarem perigosamente.

- A gente está tentando, mas a bola não está entrando - declarou o artilheiro da Série B, Bruno Rangel, que já amarga jejum de 7 jogos sem balançar as redes pelo time catarinense.

Para o volante Paulinho Dias, o clube precisa deixar a poeira baixar e se concentrar no objetivo principal. Não adianta ficar remoendo os insucessos recentes que assolam Chapecó.

- Tem que manter a cabeça no lugar. Vamos continuar trabalhando forte para buscar o acesso o mais rápido possível - declarou o atleta.

A Chapecoense tem 62 pontos na Série B, com 34 partidas disputadas. Há 12 pontos em disputa para o Índio Condá até o fim da competição. Duas vitórias bastam para garantir a equipe na Primeira Divisão em 2014.