icons.title signature.placeholder Fábio Aleixo
08/11/2013
10:27

Único não-europeu na chave de simples das Finais da ATP, Juan Martín del Potro (5º do mundo) mostrou-se contente com a presença dos brasileiros Bruno Soares e Marcelo Melo na chave de duplas na competição que encerra o ano.

- Tenho uma boa amizade com eles. É lindo que estejam aqui. Ultimamente me tocava ser o único latino-americano, mas agora tem dois brasileiros. Eles tiveram um ano incrível, são grandes jogadores - afirmou a argentino.

Para Del Potro, o tênis brasileiro deve aproveitar e desfrutar deste momento incomum. Desde a participação de Guga no Masters (antigo nome das Finais da ATP) de Sydney, em 2001, nenhum jogador do país havia conseguido a classificação.

- Depois do que foi o Guga e tudo o que ele significou e o fato de vocês terem ficado um par de anos sem ter um representante em Masters é muito importante ter dois jogadores aqui, ainda que seja em duplas - disse o argentino após o revés para Novak Djokovic, na noite desta quinta-feira.

Nesta sexta-feira, Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya tentarão a vaga na semifinal. Para se classificar precisam vencer os espanhóis Davis Marrero e Fernando Verdasco, às 16h (de Brasília). O placar necessário (2 a 0 ou 2 a 1) só será conhecido após o duelo entre Leander Paes (IND)/Radek Stepanek (RTC) e Marc López (ESP)/Marcel Granollers (ESP), que ocorre às 10h.

Marcelo Melo, que forma dupla com o croata Ivan Dodig, já garantiu a sua passagem à semifinal e luta agora pela primeira colocação do Grupo B.

Em simples, Del Potro precisa de uma vitória sobre Roger Federer neste sábado para se classificar.