icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2014
11:57

O atacante Diego Costa não foi chamado para amistoso contra a Alemanha, mas entrou em campo no domingo e marcou contra o Liverpool. Na sexta-feira, o técnico do Chelsea, José Mourinho, agradeceu à federação espanhola por deixá-lo fora do clássico da data-Fifa. Nesta segunda-feira, foi a vez do treinador da Fúria, Vicente Del Bosque, rechaçar uma pressão do português e dos Blues sobre a decisão.

- Certamente, alguns acreditam que foi um sinal de fraqueza da nossa parte. Não é bem assim. Nem fraqueza, nem soberba. Somos pessoas do futebol e conhecemos bem a situação de Diego. Falamos que ele jogaria contra o Liverpool e assim aconteceu. Mas também sabemos que colocá-lo duas partidas consecutivas pode prejudicar a saúde do jogador. Não tem nada a ver com aquilo que estão comentando.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Filho de Beckham ignora o United e acerta com o Arsenal

Na última semana, Mourinho e Del Bosque travaram uma verdadeira guerra verbal sobre a situação do jogador. O treinador dos Blues praticamente implorou para que o hispano-brasileiro tivesse um descanso. Diego Costa vem passando por seguidos problemas físicos.

A Fúria pega a Bielorrúsia em Huelva no dia 15 de novembro pelas Eliminatórias da Eurocopa, e a Alemanha no dia 18, em amistoso que será em Vigo.