icons.title signature.placeholder Lucas Pedrosa
27/11/2014
16:28

Do buraco ao destaque. Em uma partida contra o São Paulo, que o Coritiba venceu por 3 a 1, um atacante caiu no túnel do vestiário ao comemorar um de seus gols na partida. Alvo de piadas, o mais importante naquele jogo não foi a queda, mas sim o ''surgimento'' do atacante camaronês Joel, de apenas 20 anos, decisivo para o Coxa na reta final deste Brasileirão. Artilheiro da equipe Alviverde no Brasileiro, os gols do "Cruel" estão chamando a atenção do mundo da bola, gerando interesse tanto no território nacional, quanto no internacional.

INTERESSE FUTURO
A boa fase de Joel vem sendo acompanhada de perto, tanto no Brasil, quanto na Europa. O Grêmio já entrou em contato com o Londrina, a fim de ter o atacante para a próxima temporada. No Velho Continente, o Hamburgo (ALE) estuda comprar 50% dos direitos do jogador de 20 anos, mas pretende deixá-lo no Brasil em 2015, para que o atacante ganhe experiência antes de seguir para o futebol alemão em 2016. Ainda sem ter um futuro definido, Joel prefere se focar no Coritiba antes de pensar em que clube jogará no ano que vem.

- Estou muito focado no Coritiba e essa questão deixo para que meus empresários resolvam. O momento é muito delicado para ficar pensando em qualquer situação relacionada a uma negociação. O que eu quero é poder ajudar o clube a permanecer na Série A - finalizou o camaronês.


Com gols decisivos, Joel ganhou a confiança dos companheiros no Coritiba (Foto: Felipe Gabriel / LANCE!Press)



Após boas atuações pelo Londrina, campeão paranaense de 2014, Joel chegou ao Coritiba por empréstimo quando o clube vivia um momento conturbado. Ainda na luta contra o descenso, Joel, o ''Cruel'', marcou oito gols em 18 partidas, sendo fundamental para a saída do Alviverde da zona de rebaixamento, e o camaronês falou ao LANCE!Net sobre o bom momento que vive no clube do Couto Pereira.

- O mérito é da equipe toda, que vem trabalhando. Os gols vem saindo de jogadas trabalhadas desde a comissão técnica com os atletas da equipe e me cabe a responsabilidade de ser o atacante, estar mais próximo ao gol. Eu sei o quanto é difícil brigar na parte de baixo da tabela. A equipe se tornou mais forte depois de alguns resultados importantes dentro de casa e isso tudo também ajudou muito nesse nosso crescimento - disse o artilheiro.

Momento em que Joel sai para comemorar o gol e cai no túnel dos vestiários do Couto Pereira (Foto: Reprodução)


MORAL COM O CHEFE
Neste momento, o Coritiba respira na 15ª colocação, somando 41 pontos, e só depende de si mesmo para não atuar na Segunda Divisão do Futebol Brasileiro. Antes da chegada de Joel, o clube estava na lanterna do Brasileirão. O jogador de 20 anos chegou, e se tornou o artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, ganhando a confiança da torcida e do técnico Marquinhos Santos, que não abre mão do versátil e decisivo atacante.

- Joel é um atacante que já vinha realizando um bom trabalho no Londrina. Além de referência, cai também pelos lados e sabe fazer perfeitamente as duas funções. Ele vem aproveitando o trabalho do grupo e fazendo gols importantes para nós - afirmou o técnico.

No dia seis de dezembro, Joel completa 21 anos, e pode dar um presente para si e para a torcida do Coritiba, já que o Coxa enfrenta o Bahia, dia 7, no Couto Pereira, na última rodada do Brasileirão, em confronto direto contra a degola. Com o fato se aproximando, o atacante comentou sobre a expectativa para a partida.

- Cada dia de trabalho, de entrega é um degrau a mais conquistado de crescimento, sei que sou jovem e consegui disputar meu primeiro campeonato brasileiro correspondendo com gols importantes, em um período de muita aprendizagem. Eu fico muito feliz, mesmo em pouco tempo, de já ter ajudado o Coritiba, mas sei também que nada disso adiantará se a gente não permanecer. Não importa se for eu, ou algum outro companheiro, no dia sete de dezembro temos que ter a certeza de ter feito o nosso trabalho e mantido o Coritiba na primeira divisão.