icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/12/2013
22:29

O Vasco voltou na sonhar com a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Flávio Zveiter, encaminhou para o Pleno do órgão a decisão sobre julgar ou não o pedido do Vasco de impugnação da partida contra o Atlético-PR, disputada na última rodada da competição, no último dia 8. O clube carioca argumenta que a paralisação, devido à briga entre torcedores, superou 60 minutos e infringiu, assim, o regulamento do Brasileirão.

Com isso, ainda é possível que o Vasco obtenha os pontos do confronto, salvando-se, então, do consumado rebaixamento à Série B. Semana passada, o próprio Zveiter havia negado o pedido do Cruz-Maltino, considerando-o improcedente.

MAIS TRIBUNAL:
> Portuguesa usará artigo do Estatuto do Torcedor em nova defesa
> Advogado do Fluminense rebate nova defesa da Portuguesa

Desta forma, no próximo dia 27 (sexta-feira), os auditores do STJD decidirão se o caso será julgado ou não. Caso eles acatem o pedido, a audiência poderá ser feita no mesmo dia. O despacho foi feito nesta quinta e o departamento jurídico do Atlético-PR tem três dias para se manifestar sobre o caso.

Além desta batalha, que ganhou novo capítulo, o departamento jurídico do Cruz-Maltino perdeu, recentemente, outra. Em primeira instância, o Vasco foi um dos condenados pela barbárie da Arena Joinville, na última rodada do Brasileirão, com a perda de oito mandos de campo. O Atlético-PR, mandante, também foi punido, de maneira até mais severa, com 12 jogos.