icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/06/2014
20:59

Daniel Alves terá um companheiro de clube pela frente nas oitavas de final da Copa do Mundo. Defendendo a Seleção Brasileira, o camisa 2 enfrentará o Chile de Alexis Sánchez, atacante do Barcelona, no próximo sábado, valendo vaga nas quartas de final do Mundial. Para o lateral-direito, é de suma importância tomar cuidado com o camisa 7 adversário. A habilidade do chileno foi inclusive comparada à do craque brasileiro Neymar.

– É um jogador desequilibrante. Tem um bom drible. Temos de estar bem atentos a ele. Precisamos de ajuda. Porque é bastante similar ao Neymar na hora do drible. Se estivérmos bem posicionados coletivamente, vamos conseguir – analisou o lateral do Brasil.

Mesmo diante das dificuldades, Daniel Alves não deixou o otimismo para trás. Pedindo foco para evitar "deslizes fatais", o jogador previu, após a convincente vitória sobre Camarões, por 4 a 1, uma boa campanha na fase de mata-mata.

– Agora entra a fase do mata-mata, onde os erros se pagam muito caro. Então temos de estar preparados. Essa vitória de hoje foi uma injeção moral para entrarmos nessa fase seguinte com uma confiança um pouco melhor. Então, esperamos fazer uma grande eliminatória – comentou Daniel.

Brasil e Chile se enfrentam no próximo sábado, às 13h, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, no Estádio Castelão, em Fortaleza (CE). Os brasileiros se classificaram na primeira posição do Grupo A, enquanto os chilenos foram os segundos do Grupo B.