icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2014
12:20

Após destronar Anderson Silva e vencer Lyoto Machida, o campeão dos médios do UFC, Chris Weidman, tem mais um brasileiro em sua mira. Trata-se de Vitor Belfort, que não luta desde novembro de 2013, quando nocauteou Dan Henderson. Após pedir para lutar contra o "Fenômeno", o americano teve a resposta do presidente do Ultimate, Dana White.

Segundo o mandatário, em entrevista ao site oficial da franquia, a chance do confronto sair do papel é grande. No entanto, ele fez questão de frisar que é preciso esperar pela liberação do brasileiro, já que após a proibição do TRT, em fevereiro deste ano, Vitor ainda não recebeu a licença para atuar e ainda depende que a comissão confirme que ele tem condições de se apresentar sem riscos para o evento. O dirigente ainda fez questão de rasgar elogios ao atual dono do cinturão dos médios.

- Ele venceu o Anderson Silva duas vezes, bateu o Lyoto Machida e agora está pedindo o Belfort. Não tem como não respeitar e amar o Weidman. Essa luta deve acontecer. O campeão quer, nós queremos e os fãs também estão doidos para ver esse duelo. Agora é uma questão do Vitor conseguir sua licença - afirmou Dana.

A licença a qual Dana White menciona é devido ao exame feito pelo brasileiro, em fevereiro deste ano, quando apontou altos níveis de testosterona em seu sangue. Dessa maneira, Belfort precisa da liberação da Comissão Atlética de Nevada (NSAC) para voltar a lutar. Vitor e Weidman se enfrentariam dia 24 de maio, deste ano, mas, após a proibição do TRT, o carioca se retirou do duelo, dando lugar ao compatriota Lyoto Machida.

Relembre!Weidman e Lyoto dão show em treino para o UFC 175