icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
02/11/2013
08:01

Enquanto mantém esperanças sobre efetivação na frente das câmeras e microfones, Claudinei Oliveira já admite internamente que não continuará no cargo de treinador do Santos em 2014.

Em conversas informais, o técnico diz que sabe que, por ser um ano eleitoral, a diretoria precisará contratar um profissional de renome para o seu lugar. Como o LANCE!Net mostrou na quinta-feira, Ney Franco é o favorito de boa parte da cúpula alvinegra.

Na sexta-feira, em entrevista coletiva no CT, ele disse que não espera que os jogadores "o abracem" ao fim da temporada para segurá-lo no cargo - nem mesmo caso a vaga na Copa Libertadores seja obtida. Ainda sem um agente contratado, porém, ele segue sem um plano B para a próxima temporada.

- Acho que isso não cabe aos atletas, tem de ser tomado pela direção. Tenho um relacionamento muito bom com eles, mas isso não garante a permanência de ninguém. Espero manter essa amizade, isso conquistei no dia a dia, a confiança e amizade no trabalho, espero que a gente continue assim enquanto tiver no Santos, mas não cabe aos jogadores pedir a diretoria, não cabe isso no futebol. A decisão tem que ser tomada pela direção do clube - finalizou.

Neste domingo, o Peixe enfrenta o líder Cruzeiro, às 17h, na Vila Belmiro. O time é oitavo colocado, com 44 pontos.