icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
01:31

Chamado de azarado durante alguns anos, o técnico Cuca enfim poderá comemorar um título de expressão e colocar seu nome de vez entre os melhores treinadores do Brasil. A imagem do treinador ajoelhado durante a vitória nos pênaltis, nesta quarta-feira, ficou marcada mais uma vez, assim como aconteceu diante do Newell's Old Boys durante a semifinal. O treinador comentou que a ficha ainda não tinha caído por ser o atual campeão da América.

- Tenho dois anos de Atlético-MG e estamos fazendo um trabalho muito bom. Estou muito feliz. Ainda não caiu a ficha, mas ganhar dá um alívio enorme - brincou o treinador.

LEIA MAIS:

> 'Voltei ao Brasil para isso', diz Ronaldinho após o título
> Herói da Libertadores, Victor destaca dificuldades do Atlético-MG
> Bernard celebra título, mas não garante permanência no Atlético-MG
> Wallpaper Atlético Mineiro Campeão da Copa Libertadores da América
> Torcedores do Atlético-MG pulam catracas e geram confusão no Mineirão
> Atlético-MG vence título mais importante e tudo começou nos 6 a 1

Cuca ainda comentou sobre o lance de sorte que o time mineiro teve, ao ver o atacante Ferreyra prestes a dar fim ao sonho do título, mas escorregar em campo, quando o gol de Victor já estava vazio.

- A hora que o Ferreyra driblou o Victor e escorregou achei que ia complicar. Mas futebol é assim: sorte de uns, azar de outros - completou Cuca.

O Atlético Mineiro conquistou sua primeira Taça Libertadores depois da vitória nos pênaltis, sobre o Olimpia, no Mineirão. No tempo normal, o Galo fez 2 a 0, com gols marcados por Jô e Leonardo Silva.

Veja os gols do Galo campeão da Libertadores 2013

Chamado de azarado durante alguns anos, o técnico Cuca enfim poderá comemorar um título de expressão e colocar seu nome de vez entre os melhores treinadores do Brasil. A imagem do treinador ajoelhado durante a vitória nos pênaltis, nesta quarta-feira, ficou marcada mais uma vez, assim como aconteceu diante do Newell's Old Boys durante a semifinal. O treinador comentou que a ficha ainda não tinha caído por ser o atual campeão da América.

- Tenho dois anos de Atlético-MG e estamos fazendo um trabalho muito bom. Estou muito feliz. Ainda não caiu a ficha, mas ganhar dá um alívio enorme - brincou o treinador.

LEIA MAIS:

> 'Voltei ao Brasil para isso', diz Ronaldinho após o título
> Herói da Libertadores, Victor destaca dificuldades do Atlético-MG
> Bernard celebra título, mas não garante permanência no Atlético-MG
> Wallpaper Atlético Mineiro Campeão da Copa Libertadores da América
> Torcedores do Atlético-MG pulam catracas e geram confusão no Mineirão
> Atlético-MG vence título mais importante e tudo começou nos 6 a 1

Cuca ainda comentou sobre o lance de sorte que o time mineiro teve, ao ver o atacante Ferreyra prestes a dar fim ao sonho do título, mas escorregar em campo, quando o gol de Victor já estava vazio.

- A hora que o Ferreyra driblou o Victor e escorregou achei que ia complicar. Mas futebol é assim: sorte de uns, azar de outros - completou Cuca.

O Atlético Mineiro conquistou sua primeira Taça Libertadores depois da vitória nos pênaltis, sobre o Olimpia, no Mineirão. No tempo normal, o Galo fez 2 a 0, com gols marcados por Jô e Leonardo Silva.

Veja os gols do Galo campeão da Libertadores 2013