icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
13/11/2014
13:51

O retrospecto das decisões da Copa do Brasil mostra que o Cruzeiro não só tem motivos para seguir acreditando no título, como também pode entrar em um seleto grupo no torneio. Caso vença por dois ou mais gols o Atlético-MG no Mineirão, a Raposa se tornará a segunda equipe a conseguir tirar uma vantagem de dois gols que a equipe mandante aconteceu no jogo de ida.

O único clube que conseguiu este feito foi o Sport Recife, campeão da edição de 2008. O Corinthians chegou a abrir três gols no jogo de ida, com Dentinho, Herrera e Acosta, mas Enílton decretou o placar de 3 a 1 no jogo de ida no Pacaembu. Na volta, os pernambucanos fizeram 2 a 0 ainda na etapa inicial, com Carlinhos Bala e Luciano Henrique e deixaram a taça na Ilha do Retiro.

Porém, o placar de 2 a 0 obtido pelo Galo torna as coisas desfavoráveis para a equipe celeste. Por cinco vezes, o mandante que abriu 2 a 0 para o segundo jogo foi campeão.

Por três vezes, o jogo de volta teve empates. Em 2005, quando o Paulista de Jundiaí garantiu o 0 a 0 com o Fluminense, em 2009, no 2 a 2 entre o campeão Corinthians e o Internacional, e em 2012, quando o Palmeiras garantiu o título com a igualdade em 1 a 1 com o Coritiba.

Apenas em 2006, na "final regional" entre Flamengo e Vasco, o primeiro mandante garantiu nova vitória: o Rubro-Negro fez 1 a 0 sobre o maior rival. Já em 2010, o Santos teve seu título carimbado com a derrota por 2 a 1 para o Vitória